Página Inicial > Bem-Estar > Yoga > Yoga Para Bebês

Yoga Para Bebês

Prática milenar que hoje é praticada por milhões de pessoas em todo o mundo, a yoga é além de uma filosofia, uma modo de vida. Fazer yoga é oferecer a si mesmo uma melhora na qualidade de vida, em todos os sentidos. Quem pratica ao menos três vezes por semana ganha um aumento no tônus muscular, amplia a capacidade de oxigenação no cérebro, aumentando a capacidade de concentração, simultaneamente, promovendo melhora significativa no conjunto – corpo e mente e órgãos.

A prática de yoga é totalmente sem contraindicações para qualquer pessoa, de qualquer idade. Muitas mulheres que são praticantes de yoga, durante a gestação, continuam com suas práticas, sem que haja qualquer problema.  Entretanto, algumas mulheres param de fazer yoga depois de dar à luz. Mas, o que a maioria das novas mães ainda não sabe é que elas podem iniciar as práticas, logo que são liberadas por seus médicos e ainda levar os dóceis bebês para também serem iniciados na yoga. Praticar yoga junto com o bebê, segundo os especialistas, reforça os laços entre mãe e filho. E isto pode começar a ser feito aos três meses de idade do bebê.

As posturas são as mesmas do yoga tradicional, mas com diversas adaptações para as mães e os bebês. Não é possível executar todas as ásanas, mas várias delas são adaptadas para o bebê poder participar.

E não há dúvida quanto aos benefícios em se praticar a yoga, tanto para as mamães que terão o condicionamento de volta, quanto para os bebês, que ganham massagens deliciosas e aprendem desde cedo a respirar melhor. Para as mães, ainda, a prática melhora a postura, dá flexibilidade, força e resistência, contribui para o bem-estar físico e mental, prevenindo a depressão pós-parto. Mais calmas e felizes e fortes forte, elas transmitem este sentimento para os filhos. A Baby yoga estimula a flexibilidade natural e o crescimento da criança, assim como leva ao relaxamento e ao sono mais profundo. Toda essa interação faz que mãe e filho criem um forte vínculo.

Entretanto, algumas precauções precisam ser tomadas, antes mesmo de serem iniciadas as práticas entre mãe e filho. A prática do Yoga para bebês somente deve ser realizada se a crianças estiver em condições bem saudáveis: não deve estar doentinha ou irritada, pois a yoga deve ser um momento de interação entre os dois. Também é importante que o bebê não tenha mamado recentemente, nem estar com fome ou sono.

Não são todos os locais que trabalham com a prática de yoga para bebês.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!