Página Inicial > Viagens > Europa > Viagem pela Europa: Eslováquia, Bratislava

Viagem pela Europa: Eslováquia, Bratislava

Conheça um pouco mais sobre Bratislava.

Embora seja um pouco desconhecida por muitos que estão interessados em viajar para o leste europeu, uma das boa e felizes escolhas é seguir viagem à cidade de Bratislava, capital e maior cidade da Eslováquia. Localizada ao sudoeste do país, faz fronteira com a Áustria e a Hungria. Cortada pelo famoso e imponente rio Danúbio e pelas cordilheiras dos Cárpatos,  conta com uma população de cerca de 500 mil habitantes.

A cidade de Bratislava teria sido fundada a partir de um assentamento por volta de Va.c. e foi habitada pelos eslavos nos séculos V e VI d.c. e teve um grande desenvolvimento a partir de então. Com uma área de 367,58 km quadrados é a segunda maior cidade da Eslováquia, se considerada a sua superfície.

Situada numa zona temperada, o clima de Bratislava é continental e apresenta de modo definido as quatro estações. Os verões costumam ser claros,  mas amenos. Já o inverno muito frio e úmido. É uma das regiões mais secas da Eslováquia, e as precipitações de neve têm sido mais raras com o passar dos anos. A temperatura média anual fica em torno dos 10 C◦.

Vizinha da cidade de Praga, não tem a mesma popularidade. No entanto guarda diversas surpresas para seus visitantes. Guarda muitas lembranças da época em que esteve dominada pelo Comunismo, e isto fica visível em diversas fachadas de prédios da época.

No centro histórico da cidade, com ruas estreitas e cheias de paralelepípedos, da época medieval, há diversos monumentos e edifícios cuja arquitetura remonta às épocas do renascimento, do barroco e do gótico. O Castelo da Bratislava é um dos pontos mais luminosos e imponentes da cidade, que abrigou ainda moradores celtas. Hoje, o edifício é sede do Museu de História de Bratislava, mas já foi residência oficial de monarcas húngaros. Na região, estão também o curioso Museu da Farmácia e do Relógio. Estando em Bratislava, visite também o complexo de construções que datam do século 13, e que hoje abriga o Museu da Cidade.

Não somente de história vive a pequena cidade. Há trilhas para serem feitas a pé, por regiões bosqueadas. Passeios com guia são realizados diariamente. Ainda é possível fazer um passeio de barco, navegando pelo Danúbio, com duração de 1,5 com várias opções de roteiro – incluindo visita à cidade de Viena. Uma curiosodade: há um restaurante localizado na ponte estaiada acima do Danúbio que tem uma estrutura em forma de disco voador, e que oferece ao turista uma visão panorâmica de 100 km.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!