Página Inicial > Viagens > Europa > Viagem à Sérvia, Dicas de Belgrado

Viagem à Sérvia, Dicas de Belgrado

Cidades Turísticas do Leste Europeu – Conheça Um Pouco Mais Sobre Belgrado.

Vanguardista. É assim que muitos turistas que viajam à Belgrado, capital da Sérvia, no leste europeu descrevem a cidade. Localizada entre cursos de dois rios, o Danúbio e o Sava, ao norte da Sérvia, na planície balcânica. Belgrado, é um ex-território da Iugoslávia, e conta com uma população de mais de 1.710.000 habitantes em uma extensão de 359,96 km quadrados.

Segundo dados históricos, Belgrado teria sido constituída em meados do século III a.c, sendo ocupada pelos romanos. Mas o local somente viria a ser povoado pelo sérvios em 1284, sob a gestão do rei Estevão Dragutino. Nos séculos  XV e XVI teria passado pelo grande apogeu cultural e comercial, pelo qual vivia grande parte da Europa. Foi nesta época, que se tornou oficialmente a capital da Sérvia. Entretanto, nem tudo em sua história são apenas flores. Belgrado sofreu inúmeras destruições ao longo dos anos, motivadas por conflitos bélicos, tendo sido reconstruída várias vezes.

Belgrado é uma cidade que olha para o futuro, literalmente. É um roteiro que vem sendo muito procurado pelos turistas, desde 1999, quando foi bombardeada pela ONU. É uma cidade urbana, mesmo, com diversos restaurantes, cafés, rede hoteleira bastante organizada, calma e agradável durante o dia e muito agitada à noite. Ideal para quem busca descanso,  mas não deixa de lado toda a agitação da modernidade.

A moeda oficial é o dinar sérvio (RSD) e a língua oficial o sérvio, embora seja muito comum ouvir o cirílico russo. A troca de moeda pode ser feita na cidade, pois há várias casas de câmbio. O alfabeto latino também é muito usado por eles. Com verões quentes e secos e invernos que podem ter precipitação de nevadas. O fuso horário em relação à Brasília é de 4 horas a mais. Não é uma cidade cara, mas por conta da desvalorização da moeda, é possível ter de andar com muitas notas para pagar um simples cafezinho.

A cidade também não é muito grande e não concentra inúmeros monumentos a serem visitados. Mas há alguns pontos imperdíveis que não podem ser deixados de lado como a Ponte Férrea de Belgrado, que corta a cidade, o Monumento Pobednik, a Biblioteca Nacional, o Museu Nacional, o Templo de São Sava e a Catedral de São Marcos. Não deixe também de experimentar a gastronomia das kafanas, tipicamente de Belgrado.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!