Página Inicial > Pets > Aquários e Peixes > Tudo sobre o Peixe Palhaço: Dicas e Cuidados

Tudo sobre o Peixe Palhaço: Dicas e Cuidados

O Peixe Palhaço é um peixe típico de água salgada e também é um dos peixes de águas tropicais mais simples de serem criados. Eles vivem, geralmente, em pares de preferência em casais já formados, já que juntar dois pode dar mais trabalho do que se imagina. A espécie atinge até 15 cm de comprimento. Há ainda diferentes subespécies de peixes palhaços, entre eles o peixe palhaço tomate, o palhaço comum (ocellaris), o peixe palhaço sebae e também o peixe palhaço marrom. Todos eles com algumas leves características de temperamento, porém em sua grande maioria, todos são bastante calmos, pacíficos, resistentes e ainda conseguem se adaptar muito bem vivendo em cativeiros.

O aquário para o casal de peixes deve ser grande, em média de 150 a 200 litros. Os peixes, em sua maioria, costumam ser territorialistas, e o palhaço não é diferente. Portanto, não arrisque na hora de colocar mais de dois peixes no mesmo aquário, a menos que sejam da mesma espécie. Além de ter muitas anêmonas, não é em qualquer anêmona que algumas espécies entram, por isso selecione uma compatível.

O fundo do aquário poderá ser forrado com areia de corais, além de ficar muito bonito é algo que eles gostam e estão habituados. Quanto à iluminação, esta pode ser feita com lâmpadas do tipo fluorescente e pode ficar ligada de 12 a 14 horas por dia, já que o pH ideal da água é aproximadamente 8,3 e a temperatura é de no máximo 26ºC. O dono ainda deve verificar sempre as taxas de amônia, nitritos, dureza e outros.

Saiba que com pouco recurso financeiro fica muito difícil dar início à criação de peixes num aquário marinho, porém não é apenas a questão econômica que pesa, embora esta espécie seja uma das mais simples, não significa que seja tão fácil assim. O dono sempre terá que analisar alguns parâmetros químicos de água.

Um outro problema que vai além dos cuidados e tratamentos convencionais, é que os aquários de água marinha, especialmente, exigem muito mais: é necessário dar uma maior atenção por sua salinidade que deve ser verificada e supervisionada sempre.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!