Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Jardim > Tudo sobre Orquídeas: Cultivo e Decoração

Tudo sobre Orquídeas: Cultivo e Decoração

As orquídeas compõem a família Orchidaceae, pertencente à Asparagales. Apresentam variados designs, cores e tamanhos. Presentes em todos os continentes, exceto na Antártida, sua predominação são especialmente as áreas tropicais. Normalmente, as orquídeas crescem sobre árvores, que costumam servir como apoio para a busca de luminosidade. Diferente do que alguns imaginam, elas não são parasitas: nutrem-se de materiais em decomposição que caem das árvores.

Além de muito usada para decoração, existe uma espécie que dá uma limitada produção de baunilha a partir dos frutos do gênero Vanilla. A grande maioria das espécies não é realmente atrativa para o consumidor comum, apenas colecionadores fazem questão de adquirir os mais diferentes tipos, porém as principais opções que estão no mercado encantam os olhos de quem observa.

O tamanho das flores pode ser de dois milímetros ou mais de vinte centímetros. As cores variam do transparentes ao branco até as cores mais intensas ou multicoloridas.

As orquídeas são verdadeira sensação para algumas pessoas que chegam a gastar fortunas para adquirirem um exemplar. O fato é que elas são realmente lindas e encantadoras. São ótimas para trazer beleza e sofisticação aos mais requintados ambientes, seja na sua casa, escritório ou evento. E para manter as suas orquídeas sempre vistosas e saudáveis é necessário tomar alguns cuidados especiais que vão além da luminosidade, fertilização, regas e proteção. Confira:

O primeiro passo é escolher um vaso de barro. Apesar de custar bem mais caro que as opções de plástico, por exemplo, eles contam com muito mais porosidade e assim drenam melhor a água. Outro detalhe importante é procurar deixar sua orquídea com pelo menos uns dois dedos de altura abaixo da abertura (boca) do vaso.

Se for cortar (aparar) a orquídea, antes esterilize a tesoura e espere esfriar. Sempre repita o procedimento antes de entrar em contato com outra orquídea, ou seja, entre o corte de uma e outra esterilize a tesoura usada, evitando a transmissão de doenças. Sempre que for cortar uma folha, coloque um pouco de canela em pó no local cortado, já que o mesmo funciona como um cicatrizante natural para a planta. Utilize fumo de corda para diminuir manchas na planta: após ferver o fumo até ficar concentrado aguarde esfriar e borrife sobre as folhas.

Compartilhe: