Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Construção e Reforma > Tire Suas Dúvidas Sobre as Cerâmicas e Porcelanatos

Tire Suas Dúvidas Sobre as Cerâmicas e Porcelanatos

Se você é uma pessoa que está com dúvidas sobre qual tipo de revestimento deve ser escolhido, leia em seguida algumas informações que podem faze toa a diferença, e se inspire para criar um ambiente a sua cara.

Na hora de comprar, que tipos de cuidados que precisamos ter?

Existem diferenças de forma significativa com relação as cerâmicas e os porcelanatos. As cerâmicas por sua vez são compostas de misturas de argilas que passam por processos de prensagem, ou ainda de extrusão, e é queimada até uma temperatura de 150 graus. Depois de prensadas, as placas são secas e podem receber um esmalte.

Caso elas possam ser extrudadas a vácuo, é possível se retirar o excesso de umidade de massa, facilitando assim todo o processo de criação de formas diferenciadas, o porcelanato por sua vez conta com materiais mais nobres, como por exemplo o feldspato, queimados a temperaturas que são superiores de 1200 graus.

O porcelanato é um piso tecnicamente considerado superior, já que oferece uma boa resistência mecânica, química, e baixa porosidade, o que o torna menos suscetível possível a manchas por exemplo.

Quais são os tipos de porcelanatos que existem?

Os técnicos, com sua superfície polida ou ainda natural, têm uma absorção da água menor ou igual a 0,1%. Nos modelos esmaltados este tipo de índice é menor ou igual a 0,5%. Quanto mais baixo forem estes números, menores serão as porosidades e maiores serão as resistências mecânicas e a abrasão. Este é o caso dos técnicos que são divididos em dois grupos.

No caso dos pisos semi polidos ou acetinados, o processo não chega a um polimento completo, em contrapartida não existe brilho, os polidos por sua vez, trazem brilho que gera uma maior sensação de amplitude para o espaço, mas são mais escorregadios.

O que podemos utilizar para as cozinhas e banheiros?

É importante inicialmente que se possa saber o significado dos coeficientes de atrito, que são marcados na embalagem, e que medem a resistência ao escorregamento. Quanto maior ele for, mais rugoso deverá ser o revestimento, nos locais internos por exemplo, sujeitos a um contato com a água, a norma brasileira que é recomendada coeficiente de atrito é igual ou maior do que 0,4, já em áreas externas molhadas com rampa, procure preferir por cerâmicas com coeficiente de atrito que seja superior a 0,8.

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário!