Página Inicial > Educação > Sustentabilidade: Como é Feita a Reciclagem de Plástico

Sustentabilidade: Como é Feita a Reciclagem de Plástico

O Brasil produz 210 mil toneladas/ano de plástico filme e 1 bilhão de sacolas/mês são distribuídas em supermercados, o que significa um consumo mensal de 66 sacolas por pessoa e um montante de 10% do lixo do país. Ainda que esses números sejam relativamente baixos quando comparados com a média nos EUA e na Europa, a reciclagem ainda é um grande desafio pela falta de consciência da indústria e redes varejistas e pela facilidade de uso e descarte.

Além disso, o plástico é um dos materiais mais encontrados nos aterros sanitários e, por isso mesmo, um sério problema ambiental, por causa de sua alta resistência: pode durar até 400 anos na natureza. De sacolinhas de mercados a utensílios cotidianos, peças de automóveis, itens de uso pessoal, sacos de lixo, embalagens diversas e garrafas PET, cerca de 20% do lixo doméstico é composto por plásticos.

O plástico é derivado do petróleo, proveniente de resinas sintéticas, os polímeros. O primeiro, conhecido como celulose, surgiu em 1864 e o atual Policloreto de Vinila (PVC) em 1913, passando a ser industrializado na Segunda Guerra Mundial.

Na indústria e no comércio atual, o plástico vem substituindo a madeira, metais, itens metálicos, vidro, papel e fibras animais e vegetais, acumulando vantagens no custo e na utilização.

Na Rússia, cientistas da Universidade Mendeleev desenvolveram uma técnica de reciclagem que permite a produção de 1 litro de gasolina a partir de 1 quilo de sachês de plástico reciclado. É o primeiro subproduto do petróleo que gera gasolina pura.

Para reduzir a poluição emitida no processo de fabricação do plástico e seu descarte nocivo na natureza, empresas e governos, a nível mundial, têm implementado sistemas de coleta e reciclagem. A metodologia de reciclagem do plástico é a revalorização. Inicialmente, o plástico é coletado e moído. Posteriormente, o material moído é lavado e enviado a um procedimento de descontaminação, permitindo a sua granulação. Todo o processo de seleção, moagem, lavagem e descontaminação seguem padrões específicos.

O plástico coletado pode ser proveniente de postos de coleta seletiva, programas sociais, escolas, cooperativas de catadores ou simplesmente do lixão. É preciso reciclá-lo já e impedir que vire lixo acumulado em bueiros, chegando a cursos d´água e causando danos ambientais irremediáveis.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!