Página Inicial > Pets > Cachorros > Raças de Cachorros: Dálmata

Raças de Cachorros: Dálmata

O Dálmata e suas marcantes manchinhas é, sem dúvida, a raça mais diferenciada e interessante de todas. Apesar da aparente origem antiga, não há evidências sobre a época e o local de onde ela surgiu. O nome vem de Dalmatia, uma local situado na Iugoslávia, porém não é certo que ele tenha sido originado na região. Até mesmo a função original da raça não é conhecida, no entanto, o Dálmata já foi utilizado pra diversas funções e nunca ficou sem uma atividade.

Entre as principais tarefas dadas a estes cães, podemos citar a de cachorro de briga, de cão de tração, além da de caçador de ratos, e pra finalizar a de cão de circo. Com todas estas opções, seu destaque foi como cão de carruagem na Inglaterra: protegendo os cavalos do ataque de outros cães, além de trazer muito estilo ao arranjo, seguindo ao lado, na frente ou atrás da carruagem.

O Dálmata também atuou como cão de carruagem em carros de bombeiros compostos por cavalos. Sua intensa colaboração nestes diferentes trabalhos sempre garantiu que a raça fosse vista como uma opção para cachorro de estimação e exposição. Seu aparecimento em filmes infantis, como o famoso 101 Dálmatas, o transformou numa alternativa de bichinho de estimação muito querida na América.

O temperamento do Dálmata é único. Sempre pronto pra correr muitos quilômetros, o Dálmata tem um empolgação quase que inesgotável. Ele é um companheiro muito divertido, porém impaciente, que necessita de muito exercício. Ele ama correr, se dá bem com demais animais que vivem na mesma casa que ele, mas adora fazer amizade, acima de tudo, com cavalos. É desconfiado com estranhos e pode ser teimoso.

Os Dálmatas surdos contam com problemas de comportamento e por isso não são aconselhados para famílias com crianças pequenas.

O Dálmata necessita de exercício físico e atenção: precisa muito mais do que de um simples passeio de coleira. É um ótimo companheiro de corridas. O Dálmata ainda precisa de abrigo, cama e companheirismo. O ideal é cria-lo em casa, mas deixa-lo brincar bastante no quintal. Seu pelo pede cuidados mínimos, apenas algumas escovações para remover os pelos soltos.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!