Página Inicial > Profissões > Profissões: O que Faz um Advogado?

Profissões: O que Faz um Advogado?

A profissão ou o exercício da advocacia “lato sensu”, vem de longa data. Em pequenas comunidades ou mesmo em regimes tribais mais simples, havia a figura do conselheiro, evoluindo posteriormente para os grandes impérios, especialmente nas dinastias egípcias, na Grécia e no Império Romano. A figura do “jurisconsulto”, àquele a quem se recorria, para obter o aconselhamento quanto a melhor forma de solucionar determinado conflito, era muito comum em tais civilizações.

Demóstenes (384-322 a.C.) teria sido o primeiro grande advogado da Grécia, inicialmente ao proferir um conjunto de discursos chamados Filípicas contra Filipe II, rei da Macedônia (385-336 a.C.), conclamando os atenienses a lutar contra ele, já que representava uma ameaça ao país.

Em Roma, o papel do Advogado teve importante configuração, através das atuações dos patronos, homens de profundo saber jurídico que eram encarregados no aconselhamento e defesa de seus clientes, principalmente os denominados “gentios”, que não possuíam a cidadania romana mesmo residindo na cidade de Roma. No período de Marco Túlio Cícero (106-43 a.C.) a advocacia ainda ficou elevada no nível de “múnus público”, vale dizer, função social, dada a importância que assumiu aos olhos da civilização romana.

Atualmente a advocacia é uma profissão mundialmente conhecida e sua atuação permeia quase todas as áreas das relações humanas. No Brasil, a Constituição de 1988 consagrou a profissão como indispensável à administração da justiça, onde os segmentos de atuação são diversos: área trabalhista, comercial, tributária, civil, penal, ambiental, perícia judicial, administrativo, processual civil e tantos outros ramos.

Os advogados são capacitados e credenciados por meio da formação acadêmica (4-5 anos) e admissão nos quadros da entidade de classe, que no Brasil recebe o nome de Ordem do Advogados do Brasil (OAB). Outros países, como Estados Unidos, Portugal, França, Inglaterra e Alemanha, também possuem sistema de controle através de entidade semelhante.

Apesar dos altos números, o mercado ainda é promissor para aqueles que obtêm uma excelente formação. Como principais atividades do advogado, destacam-se o atendimento a clientes, avaliação de casos, participação em audiências e julgamentos, acompanhamento de investigações, assistência durante todo um processo, além de poder atuar como docente em universidades e elaborar questões em sua área para concursos públicos.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!