Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Plantas > Planta Pedra Uma das Mais Ornamentais de Sua Espécie

Planta Pedra Uma das Mais Ornamentais de Sua Espécie

 

Quem olha pela primeira vez tem a impressão de estar observando uma pedra muito distinta. No entanto, a lithops não é uma pedra, mas sim uma planta ornamental, considerada como uma das mais ornamentais de sua espécie. Planta pequena e muito curiosa, a lithops é originária do sul da África, e lembra muito uma pedrinha de fundo de rio. É considerada ainda uma planta comestível e, quem já a experimentou, considera-a bastante suculenta.

A lithops é largamente encontrada em regiões mais áridas do planeta, devido a sua própria origem. Também conhecida como a planta-pedra, ou também como cacto-pedra, living stone e flowering stone, a lithops, a lithops pertence à família das mesembryanthemaceae, e é reconhecida dentro do paisagismo como sendo uma espécie excelente para cultivo para o interior de casas e apartamentos.

Trata-se de uma planta com altura em torno de cinco centímetros, de forma arredondada e pele lisa, composta por duas folhas carnosas presas a um caule, que fica invisível dentro da terra. Em sua região de origem, essa camuflagem tem a finalidade de fazer com que não seja percebida por animais que a poderiam consumir.

Para quem deseja fazer o cultivo da lithops, é importante saber que embora esta planta ornamental tenha um formato rústico, ela demanda cuidados especiais. Elas requerem, no mínimo, 4 a 5 horas de sol diretamente, tanto pela manhã, quanto pelo fim da tarde. Por conta disso, nem todos os locais de uma casa podem receber a lithops – planta-pedra. O ideal é que ela seja colocada sempre numa janela que tenha direção ao norte. Desse modo, ficará mais fácil que ela se desenvolva e adquira a mesma plenitude como se estivesse em seu habitat.

Também não se deve fazer uma rega muito generosa nessa planta. Como ela é originária de regiões áridas, demanda muito pouco de água. Ideal para regiões mais secas, mesmo.

Sua floração é muito demorada, e acontece sempre no outono. As suas folhas crescem em forma de margaridas, que vão se abrindo a cada dia, formando um verdadeiro espetáculo da natureza. Por serem plantas perenes, os lithops desenvolvem suas folhas apenas uma vez por ano, e a renovação destas ocorrerá entre o inverno e a primavera. Entram, portanto, no período de dormência no início do verão.

Durante o inverno, essas plantinhas possuem a capacidade de se desenvolverem e renovar-se em um novo par de flores, mas sempre de maneira muito lenta. São ideias para vasos e jardineiras.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!