Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Plantas > Palmeira Jerivá, Uma Excelente Opção Ornamental

Palmeira Jerivá, Uma Excelente Opção Ornamental

De nome científico Syagrus romanzoffiana, a palmeira jerivá possui uma elegante estirpe considerada única dentre as de sua espécie. Trata-se de uma árvore que pode chegar a ter de 8 a 15 metros de altura, sendo que seu diâmetro alcança até 60 cm. Suas folhas são longas, com 2 a 4 metros de comprimento, arqueadas, pendentes, pinadas e com numerosos folíolos. Com um ciclo de vida perene, suas inflorescências surgem o ano todo, em cacho pendente, grande, ramificado, com pequenas flores de cor amarelo creme.

Sua origem é típica da América do Sul, podendo ser encontrada na Bolívia e no Brasil. De clima equatorial, oceânico, subtropical, tropical, pertence à família das aracaceaes, e é largamente conhecida com nomes populares de Jerivá, Baba-de-boi, Coco-de-babão, Coco-de-cachorro, Coco-de-catarro, Coqueiro, Coqueiro-gerivá, Coquinho, Coquinho-de-cachorro, Gerivá, Jeribá, Jerivá, Palmeira-jerivá.

É uma planta que também apresenta frutos, do tipo drupa, de cor amarela ou alaranjada, de formato globoso a ovóide, com polpa fibrosa, suculenta e doce. Cada fruto contém uma única semente, como um minúsculo coco, de sabor amendoado. Tanto os frutos, como as sementes dos jerivás são comestíveis. O jerivá também é produtor de palmito.

Os jerivás ainda podem ser utilizados largamente no paisagismo, sendo uma opção excelente para quem possui jardins. Os jerivás podem ser utilizados isolados, em grupos ou renques. Seu ar imponente e majestoso ajuda a criar projetos de jardins sofisticados a um custo não tão elevado, se comparado a outras palmeiras.

Da mesma forma, seu jeitão tropical é perfeito para jardins descontraídos à beira-mar ou em sítios. O jerivá também é muito atrativo para a fauna silvestre. As inflorescências são visitadas por abelhas diversas e os frutos são avidamente devorados por maritacas, papagaios, caturritas e esquilos. No seu ambiente natural, atrai também cachorros-do-mato e raposas.

Mas é importante salientar que, em cultivo ornamental, necessitam de alguns cuidados. Podem ser utilizados isolados, em grupos ou renques. Seu ar imponente e majestoso ajuda a criar projetos de jardins sofisticados a um custo não tão elevado, se comparado a outras palmeiras.

Da mesma forma, possui um aspecto muito tropical, por isso é perfeito para jardins descontraídos à beira-mar ou em sítios também.  O jerivá também é muito atrativo para a fauna silvestre. As inflorescências são visitadas por abelhas diversas e os frutos são avidamente devorados por maritacas, papagaios, caturritas e esquilos. No seu ambiente natural, atrai também cachorros-do-mato e raposas.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!