Página Inicial > Ginástica > Os Benefícios da Ginástica Para o Corpo da Mulher

Os Benefícios da Ginástica Para o Corpo da Mulher

Uma dentre as diversas modalidades e formas de fazer ginástica está a localizada. Trata-se de uma variedade de exercícios, bem como de movimentos que, em muitos casos, são rítmicos. Na maioria das vezes, os movimentos de ginástica localizada são realizados com o auxílio de certos equipamentos, cujas funcionalidades ajudam a garantir o aumento de força e flexibilidade corporal, durante os movimentos. Já outros movimentos que são realizados na ginástica aeróbica, como saltos e flexões, usam a própria força do corpo.

A ginástica localizada também é conhecida como ginástica aeróbica. Aeróbica é a combinação, em sentido geral, de ginástica clássica com dança. Trata-se de um treinamento dinâmico, com movimentos ritmados, os quais exploram a coordenação motora do indivíduo. A ginástica localizada teve seu início aqui no Brasil nos anos de 1930 e, houve uma mistura de modalidades que, foi aos poucos conduzida ao que se tem hoje.

A ginástica aeróbica é uma prática de longa duração. Normalmente praticada em grupos, em academias, ao som de música muito ritmada, pode ter baixa ou alta intensidade. Quem está iniciando-se na prática de atividades físicas, é uma das mais recomendadas, visto que garante um aumento rápido nas capacidades musculares, na flexibilidade e na oxigenação sanguínea. Sem contar os benefícios cardiovasculares. Fortalece, por assim dizer, o coração de quem é sedentário.

A ginástica aeróbica deve ser sempre praticada sob a supervisão de um profissional da área, que, além de conhecer os movimentos, esteja apto a realizar algum tipo de procedimento em caso de queda de algum aluno ou equivalente.

Para as mulheres, a ginástica aeróbica é altamente recomendada. Em uma aula de ginástica é possível alinhar diversos movimentos que costumam agradar e muito ao gênero. Dançar, correr, caminhar. Os benefícios de se praticar ginástica aeróbica são inúmeros. O primeiro deles é um aumento na produção de endorfina – conhecida substância da felicidade. Com a ginástica, há uma maior liberação de endorfina no corpo, o que promove uma melhor nítida no humor, sensação de bem-estar. Há também uma queima considerável de calorias, que faz com que as mulheres emagreçam. O tônus muscular aumenta, bem como a circulação sanguínea fica muito mais eficiente, diminuindo possíveis inchaços.

A ginástica aeróbica exige da mulher frequência nos exercícios, portanto, devem ser realizados ao menos três vezes por semana, para que os resultados positivos sejam sentidos.  Também se exige muita intensidade, ou seja, os movimentos são repetitivos e devem ser feitos de maneira correta, atentando-se para postura, por exemplo. O tempo de aula costuma variar, mas em geral não dura menos do que uma hora.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!