Página Inicial > Viagens > Europa > Museu do Louvre, O Mais Importante do Mundo

Museu do Louvre, O Mais Importante do Mundo

Quando se fala em museu, logo vem à cabeça da grande maioria o nome do mais importante museu do mundo – o Museu do Louvre. Instalado no Palácio do Louvre, na cidade de Paris, França, é sem sombra de dúvida um dos mais importantes, maiores e lindos museus que fazem parte do patrimônio da humanidade. Localizado também em um dos cenários que melhor povoa o imaginário coletivo – está entre o rio Sena e a tradicional Champs-Élyssés, o Museu do Louvre forma o que se convencionou chamar de “eixo histórico parisiense”.

O palácio que abriga o Museu do Louvre, por si somente, já vale a visitação. Trata-se de um dos mais importantes palácios da história da França: foi abrigo da monarquia francesa desde a época dos Capetos medievais até a o importante reinado de Luís XV. Além disso, as modificações no edifício para abrigar um acervo artístico também tiveram início muito cedo, ainda em 1692, quando Luís XV ordenou que fossem construídas galerias para abrigar esculturas antigas.

Como no mesmo ano houve a transferência da corte para o palácio de Versalhes, o prédio então passou abrigar não somente obras, mas toda a infraestrutura da Academia Francesa de Arte, como também a Academia Real de Pintura e Escultura de Paris. As mudanças provocaram uma avalanche de visitações ao palácio que, por sua vez, foi institucionalizado como um grande e imponente museu. Desde então, várias foram as obras-primas –  que acabaram ganhando como casa as salas do Louvre. Ao mesmo tempo em que o museu sofrera uma série de modificações em sua parte estrutural.

Vale lembrar que o que hoje se conhece como Museu do Louvre, em termos arquitetônicos, foi a construção, a demolição e a reconstrução de várias alas dentro do palácio que incialmente abrigaria apenas algumas coleções de arte.  Durante o período napoleônico, por exemplo, houve uma expressiva expansão de alas. No entanto, como a Europa passou por diversos conflitos desde aquela época, marcando em especial duas grandes guerras no século XX, parte da construção deve de ser demolida e reconstruída posteriormente. Diz-se, portanto, que o Louvre moderno começou a ser construído ainda no período em que esteve sob a governança de Napoleão Bonaparte.

Com uma estrutura retangular, o Museu do Louvre é composto pela praça do CourCarrée e duas alas que envolvem o CourNapoléon a norte e ao sul. No coração do complexo, está a Pirâmide do Louvre, acima do centro dos visitantes. O museu é dividido em três alas: a Ala Sully a leste, que contém a CourCarrée e as partes mais antigas do Louvre, a Ala Richelieu ao norte, e da Ala Denon, que faz fronteira com o Rio Sena para o sul.

Há mais de 380 mil itens em seu acervo, sendo que 35 mil dessas estão mantidas em exposições permanentes.

Uma das mais significativas obras do mundo – A Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci, está classificada como um dos maiores atrativos do museu. O Louvre recebe mais de 9 milhões de visitações por ano.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!