Página Inicial > Flores > Jasmins, As Flores Orientais

Jasmins, As Flores Orientais

Os jasmins são flores pertencentes à família das oleaceaes, e são originárias do oriente. Muito cultivas na Índia e na China, são conhecidas por possuírem um aroma adocicado, e justamente por essa razão, são tão utilizadas na produção de perfumes. São flores que rivalizam diretamente com as rosas, nesse aspecto. Há mais de 500 espécies naturais no mundo inteiro, sem contar com as formas híbridas que nasceram através das mãos dos homens.

Mas não é somente isto que faz com que os jasmins sejam tão populares mundialmente. São flores usadas também na produção de chá, em especial em seus países de origem, como a como a China. Os chineses costumam misturar as flores dos jasmins em uma infusão, e esta resulta em um chá de aroma adocicado e suave, e muito apreciado entre os chineses.

As plantas nas quais florescem os jasmins são arbustivas, de caule volúvel e lenhoso, contendo folhas verde-escuras e de consistência coriácea, as flores são brancas e tubulares, de pétalas soltas e altamente perfumadas. A florescência dos jasmins se dá desde a primavera até o verão, e é possível cultivá-los em todas as regiões do Brasil, inclusive nas mais frias.

Como todas as flores precisam de certos cuidados, não cultive jasmins diretamente expostos ao sol, pois as flores podem queimar. Entretanto, eles precisam de muita luminosidade. Nem água de mais, nem de menos. Os jasmins precisam de bastante água na fase inicial de seu cultivo, depois pouca água, mas diária.

Os jasmins podem ser cultivados em vasos nos interiores das casas e apartamentos, servir de elemento para paisagismos externos, como plantas decorativas para festas, inclusive casamentos e até mesmo servir como as flores que serão utilizadas na composição dos buquês das noivas. Entretanto por serem altamente perfumadas devem ser utilizadas com parcimônias nessas ocasiões, para não sobrecarregar o ambiente.

Vale ainda lembrar que os jasmins possuem simbologia muito forte, conhecida no mundo inteiro. Trata-se de uma flor que está diretamente relacionada ao universo feminino. Também há uma ligação direta com a questão religiosa do budismo. O jasmim representa o Karma, o deus do amor para os budistas. O budismo conta que Karma chegava sempre anunciando sua vinda, porque segurava um buquê de flores de jasmins. E o perfume delas sempre o denunciava.
Há ainda a lenda de que Cleópatra, amante de Júlio César teria marcado um encontro com o amante em um barco todo decorado com jasmins. Não há registros oficiais sobre isto.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!