Página Inicial > Educação > Intercâmbio > Intercâmbio de Hotelaria e Turismo, Um Grande Empregador

Intercâmbio de Hotelaria e Turismo, Um Grande Empregador

As áreas de Hotelaria e Turismo são as que mais empregam os brasileiros, em intercâmbios de estágios remunerados. A Nova Zelândia, país insular no sudoeste do Oceano Pacífico formado por duas ilhas principais e um algumas ilhas, é referência nos cursos dessas áreas, estando classificados como os melhores do mundo e comparados em nível de excelência a países como a Suíça. E ainda tem a vantagem de ser um investimento muito mais acessível aos estudantes que pretendem fazer intercâmbio.

Cenário de montanhas nevadas, rios, lagos, vulcões inativos, vales, florestas e praias paradisíacas e com clima de temperatura amena, a Nova Zelândia oferece também cursos de inglês em escolas de excelente nível de educação, totalmente estruturadas para integração total do estudante internacional com a cultura local. O país foi incluído na Convenção de Lisboa, o que significa que as qualificações oferecidas no ensino superior são reconhecidas em mais de 50 países, garantindo a mobilidade estudantil.

Uma dessas escolas é a Queenstown Resort College, na cidade de Queenstown. O intercâmbio de estágio dura 18 meses e inclui remuneração de seis meses como parte do programa, com direito a trabalhar 20 horas semanais. Para bancar o curso mais acomodação, precisa-se desembolsar cerca de 38 mil reais, além da taxa de matrícula do Student Travel Bureau (STB).

O governo viabiliza a transição de cursos de inglês e estágios remunerados para programas de higher education (ensino superior) e o aluno ainda tem a possibilidade de trabalhar enquanto estuda. Para se inscrever como estagiário no programa de Hospitalidade e Turismo é preciso ter entre 18 e 30 anos, idade exigida para aplicar um “working holiday visa” (visto temporário para trabalhar e estudar). Caso o estudante não se enquadre, outra opção é obter um visto “Student and Trainee Work Visa” que pode ser concedido no Brasil para quem está já estudando e comprove que o estágio é parte das exigências curriculares de seu curso.

Também é condição ter experiência ou estar matriculado em um curso da área e nível de inglês avançado. Mesmo com domínio de inglês, os programas de intercâmbio exigem pelo menos quatro semanas de curso no país, o suficiente para o aluno se familiarizar com os requisitos do mercado e facilitar o ingresso no segmento desejado.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!