Página Inicial > Esporte > A História do Goleiro Júlio César da Seleção Brasileira

A História do Goleiro Júlio César da Seleção Brasileira

No mundo do futebol, fala-se que goleiro é um cargo de confiança do treinador, e com Luis Felipe Scolari não é diferente, ele já demonstrou toda a sua confiança em seu camisa 12 e Júlio César é tido como o único jogador que já está convocado de maneira antecipada para a Copa do Mundo de 2014.

Essa situação aconteceu devido os problemas enfrentados pelo goleiro com o clube inglês, Queens Park Rangers, onde o goleiro jogou na temporada 2012/2013, no entanto foi rebaixado e a equipe não deseja arcar com os altos salários do jogador.

Atualmente, o goleiro está defendendo o time canadense Toronto FC, que disputa a Major League Soccer.

A Vida de Júlio César

Júlio César Soares de Espíndola nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 03 de setembro de 1979.

O goleiro tem sua vida intimamente ligada ao Flamengo, pois foi lá que o jogador se desenvolveu até chegar a se profissionalizar. O jogador inúmeras vezes declarou a sua paixão pelo rubro-negro carioca.

Júlio César se casou com a atriz Suzana Werner em 2002, e eles possuem um casal de filhos.

A Carreira de Júlio César

Júlio César começou sua carreira profissional no Flamengo, no ano de 1997. No clube carioca ganhou reconhecimento e diversos títulos (campeonato carioca, Copa Mercosul e Copa dos Campeões), chegando a figurar entre os melhores goleiros do país, inclusive sendo cotado para participar da Copa de 2002, no entanto naquela oportunidade o goleiro não foi convocado por Felipão, o treinador do escrete canarinho naquela época.

Júlio César se tornou um ídolo do Flamengo, graças a raça e ao desempenho apresentado, além de sempre demonstrar ser um torcedor do clube carioca.No ano de 2003, o jogador foi convocado para a Seleção Brasileira e em 2004 foi o goleiro titular da expressiva conquista da Copa América em cima da Argentina.

Graças ao talento e ao desempenho, foi negociado com o futebol italiano, defendendo o Chievo Verona e depois se integrando ao elenco da Internazionale de Milão.

Em 2006, o goleiro integrou o elenco que participou da Copa do Mundo da Alemanha, no entanto ele era o terceiro reserva, sem ter jogado na competição.

Na Internazionale o goleiro conquistou o reconhecimento mundial, sendo considerado um dos melhores da posição em todo o mundo. Além disso, na fantástica temporada 2009/2010, onde o time italiano ganhou diversos títulos, Júlio César foi eleito o melhor goleiro do continente europeu.

Em 2010, Júlio César era o goleiro titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul, no entanto acabou falhando no jogo contra a Holanda, o que acabou ocasionando a eliminação do time brasileiro.

Em 2011, o time italiano não foi bem e acabou passando por uma reformulação e Julio Cesar acabou deixando a Internazionale e se transferindo para o futebol inglês em 2012, para jogar no Queens Park Rangers.

No clube inglês, o goleiro acabou passando por grandes apuros, pois o time era fraco e acabou sendo rebaixado no campeonato inglês. No entanto, para Júlio César o ano de 2013 não foi tão ruim, pois com o retorno de Felipão ao comando da Seleção, ele voltou a ter uma oportunidade e acabou conquistando a confiança do técnico. Com o retorno a titularidade da Seleção Brasileira, o jogador participou da Copa das Confederações, se destacando e conquistando o titulo.

No entanto o retorno ao futebol inglês não foi positivo, o goleiro acabou afastado e se tornando a terceira opção do Queens Park Rangers, e com receio de ficar sem ritmo de jogo para participar da Copa do Mundo, mesmo com Felipão garantindo a sua participação no torneio, Júlio César se transferiu para o Toronto FC.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!