Página Inicial > Pets > Cachorros > Golden Retriever, Conheça Essa Linda Raça

Golden Retriever, Conheça Essa Linda Raça

Lindos, lindos, lindos. São assim que podem ser classificados os cães da raça Golden Retriever. De porte grande, sendo que machos alcançam a estatura de até 61 centímetros e as fêmeas, até 56 centímetros, os cães dessa raça apresentam pelagem macia, intensa e brilhante.  Os Golden Retriever precisam ser escovados quase que diariamente, pois trocam de pelo duas vezes por ano. A coloração da pelagem pode variar entre as cores ouro e creme, mas há exemplares bem marrons. Eles podem também apresentar alguns pelos brancos em seus peitos. Os olhos são amendoados e muito escuros. Os focinhos dos Golden retriever, remetendo diretamente aos focinhos de seus ancestrais lobos.

Além disso, são muito adotados para ter em casas com crianças, uma vez que são amigos, dóceis e muito brincalhões. Mas precisam ser adotados por pessoas que saibam que eles precisam de muita atividade física diária e que por isso não é aconselhável que eles sejam criados por quem não tenha disposição para passear com eles todos os dias. São fiéis aos seus donos, além de serem altamente sociáveis.

Quem está à procura de um cão de guarda, não seria o Golden retriever a raça adequada, pois eles fazem amizade com qualquer um, e podem acompanhar os estranhos e não voltar mais. Também são conhecidos como Retriever amarelos, por conta da cor da pelagem. Os Golden retriever são ainda muito tolerantes ao frio, o que facilita a criação deles em quaisquer regiões.

São cães de grande porte, cuja raça foi obtida por meio de vários cruzamentos genéticos. Por isso é que a uma raça que abrigasse uma diversidade de características como: habilidade, Inteligência, facilidade de adestramento, e que, além disso, pudesse caçar e ser calmo com as pessoas. Estes cães estão classificados na 4ª posição do ranking de inteligência canina. Hoje é considerado também como sendo um cão de busca, são esportistas, parecem muito com os labradores, são calmos, e mesmo sendo considerados cães de grande porte – adaptam-se muito bem em apartamentos.

Mas, também por conta de diversos cruzamentos genéticos, as fêmeas dessa raça estão presentes no grupo de maior propensão ao desenvolvimento de câncer de mama. Há outras razões ainda, como uso de hormônios para retardar os ciclos de cio. Quem possui exemplares de fêmeas é fundamental que faça prevenção anualmente em suas cachorrinhas. Para tentar prevenir o câncer de mama, uma alternativa é fazer a castração preventiva, logo depois do primeiro cio, ou depois do terceiro.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!