Página Inicial > Negócios > Franquias: Pontos Importantes e Aspectos Legais

Franquias: Pontos Importantes e Aspectos Legais

Existem uma série de elementos dos contratos determinados de franquias bem como os próprios contratos da mesma que poderão ser totalmente beneficiados pelos conselhos de um advogado, por isso a seguir iremos falar um pouco mais sobre os aspectos legais das franquias e um pouco sobre as leis dos negócios.

Sobre os aspectos legais das franquias.

Existem uma série de aspectos e elementos voltados para os contratos de franquia, bem como é possível se avaliar uma série de oportunidades.

Com isto é importante antes de mais nada se realizar uma negociação de pontos de contratos finais, e ainda limitar todas as suas responsabilidades pessoais estabelecendo uma determinada e correta estrutura para o seu negócio.

Além de tudo isto é importante se lidar com os determinados segredos comerciais e ainda uma série de questões de propriedade, bem como estabelecer seu próprio nome e ainda realizar um bom tratamento de todos os estatutos considerados estaduais.

Sem dúvida alguma a melhor alternativa é se utilizar um bom advogado que seja especialista em franquias mesmo que você possa utilizar um advogado para todas as áreas, além disto é possível se querer recapitular processos e para isto o advogado deverá lhe ajudar. A Associação Brasileira de Franchising e ainda outras associações que estão ligadas poderão ajudar na tomada completa de decisões.

Sobre os fins de contrato e a transferência de propriedades

Muitos dos sistemas de franquias oferecem uma série de opções totalmente renovadas para os franqueados, e com isto em alguns casos a empresa de franquia muitas vezes tenta negar a sua renovação. Praticamente todos os estatutos de franquias que lidam diretamente com questões de renovação requerem que exista uma má administração por parte do franqueado para que um franqueador possa definitivamente se negar a renovação de contrato.

A transferência de propriedade poderá ser algo mais difícil do que se pensa, poderão haver restrições quanto a isto nos contratos de franquia e na maioria das vezes é uma situação difícil porque os franqueados contam com os ativos do negócio e o franqueador conta com o seu produto e a marca registrada.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!