Página Inicial > Entretenimento > Esportes Radicais: Como Funciona o Mergulho

Esportes Radicais: Como Funciona o Mergulho

Uma das práticas radicais mais antigas é o mergulho. Ele consiste na exploração submarina, com o auxílio (ou não) de equipamentos especiais.  Segundo historiadores, o primeiro mergulho a se ter oficialmente registrado foi realizado ainda em 1679, por um padre, que contou com um equipamento considerado simples, mas bem elaborado: ele usou uma roupa de mergulho feita de couro e untada com sebo, para que as frias temperaturas não provocassem problemas na temperatura corpórea e provocassem dores de cabeça.

Já os primeiros aparelhos respiratórios foram desenvolvidos no final do século XIX, por um mergulhador francês, que além de testar o equipamento, ainda se reservou ao direito de patenteá-lo. Entretanto, o aparelho não possuía válvula respiratória, o que impedia de atingir profundidades mais significativas. A solução somente viria com um dos nomes mais importantes e influentes para as práticas de mergulho – o também francês Jean Jacques Cousteau, que aperfeiçoou o parelho e deu novos rumos à pratica esportiva de mergulho.

Basicamente, há três tipos de prática de mergulho: a livre, a autônoma e a dependente.

O primeiro consiste numa prática de mergulho sem o auxílio de qualquer tipo de aparelho que permita ao mergulhador uma respiração subaquática. O mergulhador, neste caso, precisa de sua capacidade pulmonar, condicionamento físico e controle emocional.

Já no mergulho autônomo, o praticante pode ficar por mais tempo imerso na água, por ter o auxílio do equipamento de respiração. Além disso, este tipo de mergulho pode ser subdividido em mergulho recreativo e mergulho técnico ou descomprensivo. No mergulho recreacional há uma profundidade limite, na casa dos 40 metros, que  o mergulhador poderá atingir. Já na modalidade técnica, a mistura de gases utilizada para manter o mergulhador sob profundidades maiores não pode ser a composta por ar comprimido, tem de ser a conhecida como “trimix” e somente pode ser utilizada por profissionais do ramo.

Além da questão do oxigênio, é importante salientar que um conjunto de equipamentos adequados deve ser utilizado na prática do mergulho – máscara de mergulho, cilindro de ar comprimido, regulador de pressão, roupas isolantes, manômetro e profundímetro, snorkel (para uso em superfícies mais rasas), faca de mergulho, nadadeiras, colete equilibrador, lanterna, e até mesmo computadores de mergulho – estes dão segurança inclusive contra possíveis ataques de animais marinhos.