Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Ambientes Externos > Espécies Que Podem Ser Cultivadas em Jardins Litorâneos

Espécies Que Podem Ser Cultivadas em Jardins Litorâneos

Para quem quer ter um jardim em sua casa no litoral, algumas regras de ouro devem ser aplicadas. Uma delas, e talvez a mais importante, é saber escolher a planta certa para a composição do jardim, uma vez que nem todas as espécies estão adaptáveis aos ambientes mais diversos. Verificar o tipo de solo que a espécies necessita para se desenvolver também é outra dica valiosa. Veja espécies que podem ser apreciadas e escolhidas para um lindo jardim litorâneo.

 

Iris da Praia ou Neomarica candida: com flores muito delicadas e ornamentais que se renovam diariamente, esta planta é muito rústica e pode ficar à meia sombra, sol pleno ou sombra clara, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Precisa de luz solar direta, ao menos algumas horas por dia, além disso, aprecia a umidade tropical.

 

Ixora ou Ixora coccinia: é um arbusto muito florífero com exemplares vermelhos, róseos ou amarelos, porém há no mercado uma variedade “compacta” com flores vermelho – alaranjado ou brancas. A ixora gosta de sol e dispensa maiores manutenções, mas deve ser regada a intervalos regulares. Costuma ser usada em maciços, pois esconde muretas e muros.

 

Jasmim manga ou Plumeria rubra: esta árvore de pequeno porte possui flores perfumadas vermelhas ou róseas, com o centro branco, além da variedade com flores brancas. É uma planta especial, sua floração inicia-se no fim do inverno e permanece através da primavera, por isso, deve ser ter destaque no jardim. Cultivado à pleno sol, em solo fértil, leve e bem drenado, o jasmim deve ser mantido longe de quartos, pois possui um perfume intenso.

 

Lágrima de cristo ou Clerodendrum thomsoniae: embora não seja nativa, a lágrima de cristo é facilmente encontrada nos jardins do litoral, adequada para a formação de caramanchões e a cobertura de pergolados. Floresce na primavera e no verão e pede solo fértil e sol pleno, além do amparo de suportes. As podas devem ser evitadas, pois tendem transmitir doenças que apodrecem as extremidades dos ramos.

 

Oleandro ou espirradeira ou Nerium oleander: planta de cultivo tradicional, como arvoreta ou cerca-viva de grande porte, tem florescimento bastante intenso. A espirradeira atinge 4,5 metros de altura e é usada, também, para arborização de parques e jardins. Suas folhas, flores e sementes são bastante tóxicas, portanto, evite o uso dessa espécie em locais onde haja crianças ou animais domésticos.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!