Página Inicial > Pets > Cachorros > Escolha um Bom Vermífugo Para o Seu Cão

Escolha um Bom Vermífugo Para o Seu Cão

Tanto cães como gatos devem ir ao menos uma vez por ano ao veterinário para que consultas, exames, diagnósticos e indicações de medicamentos ou vitaminas sejam feitos de modo preciso e adequado. Já na primeira visita, em torno dos 30 dias de vida do animal,  é comum que o veterinário já indique as primeiras vacinas contra doenças comuns das espécies, bem como um vermífugo para que seja tomado em até 3 doses.

Tanto cães como gatos os podem ser infectados com vários tipos de parasitas, quando ainda estão sendo gestados. Por essa razão, os cães devem já aos 30 dias de vida receber a primeira dose de vermífugo, a qual se repetirá aos 45 dias e depois, aos 60 dias de vida. No caso mais específico dos gatos, a vermifugação deve ter início ainda nos primeiros 15 dias de vida. A vermifugação é obrigatória, uma questão de segurança para quem convive com os animais e um sinal de amor aos bichinhos.

Há uma série de tipos de vermífugos hoje no mercado, sendo que alguns são considerados de última geração, alguns são vendidos em forma de pequenas cápsulas, que podem se ministradas diretamente na ração dos animais, ou ainda, podem ser colocadas em pequenas porções de carne para que sejam oferecidas tanto aos cães quanto aos gatos, que assim, os mastigam e, caso estejam contaminados, os vermes são eliminados já mortos através das fezes.

Como os vermes atacam diretamente o aparelho digestivo dos animais, se não forem combatidos muito rapidamente, os bichinhos pode ir à óbito em poucos dias. Isto porque os vermes fazem perfurações nos intestinos e levam os cães e gatos a sangrarem até a morte.

Para escolher um bom vermífugo é importante que ele contenha um número de substâncias bem abrangentes para combater o máximo de parasitas possíveis. Embora haja uma grande quantidade de vermífigos e de qualidade, nem todos são iguais. É, portanto, preciso ficar atento aos princípios ativos: como praziquantel, febantel, pamoato de pirantel, milbemicina, ivervectina.  Dessa forma, o melhor vermífugo é aquele que combate o maior número de parasitas, entre eles os “chatos” (cestoides), os redondos (nematoides) e ainda protozoários, como a Giárdia.

Vale ressaltar que exames periódicos devem ser realizados e os vermífugos devem ser prescritos pelo médico veterinário. Somente o profissional sabe de fato qual é o melhor vermífugo para ser dado ao animal e quantas doses serão necessárias.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!