Página Inicial > Energia > Energia Brasileria: Usina Hidrelétrica de Xingó

Energia Brasileria: Usina Hidrelétrica de Xingó

Esta Usina Hidrelétrica de Xingó fica localizada entre os estados de Alagoas e de Sergipe ficando situada em pelo menos 12 quilômetros do município de Piranhas e ainda a seis quilômetros da região de Canindé de São Francisco.

A usina do Xingó fica totalmente instalada no rio São Francisco que é o principal rio da região do nordeste, com uma área de drenagem equivalente a mais de 609 mil quilômetros quadrados.

É interessante citar que a posição existente da usina com uma relação existente do São Francisco é de em torno de 65 km á jusante existente do Complexo de Paulo Afonso se constituindo em todo o seu reservatório, levando em conta as condições totalmente naturais de localização feitas em um canyon, que é uma interessante fonte de turismo da região, tudo isto através da navegação dos trechos entre as regiões de Paulo Afonso e Xingó além ainda de se prestar a todo o desenvolvimento de projetos realizados de abastecimento e irrigação de água nas cidades próximas.

A barragem de enrocamento conta com uma face de concreto com mais de 140 metros de altura.

Além de tudo isto os vertedouros da superfície de tipos de encostas com as duas calhas existentes e com isto 12 comportas do tipo de segmentação com toda a capacidade exista uma descarga de mais de 33 mil metros cúbicos por segundo em sua margem esquerda.

Esta usina geradora tem uma composição de mais de seis unidades com mais de 527 mil quilowatts de potência gerando assim uma previsão de expansão das unidades em quatro delas idênticas em uma segunda etapa realizada do processo.

Toda esta energia que é gerada vem transmitida por subestações elevadoras com seus mais de 18 transformadores monofásicos de pouco mais de 185 MVA e com isto cada um que poderá elevar toda a tensão equivalente de pouco mais de 18 kv para 500 kv de potência nominal existente. Gerando assim uma grande quantidade de energia para diversas regiões do país entre o Norte e também regiões mais distantes do Nordeste levando a energia elétrica diariamente.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!