Página Inicial > Educação > Astrologia > O que é uma Supernova?

O que é uma Supernova?

Quer aprender o que é uma Supernova?

A Supernova é o nome dado aos corpos celestes que surgiram após as explosões de estrelas, com mais de 10 massas solares, e que produzem ainda assim objetos extremamente brilhantes, os quais declinam até que se tornem invisíveis, passando apenas algumas semanas ou meses.

Em apenas alguns dias o seu brilho poderá se intensificar em 1 bilhão de vezes a partir do seu estado original se tornando uma estrela tão brilhante como uma galáxia inteira, mas com o passar do tempo a sua temperatura e brilho poderão diminuir até chegarem a um grau inferior aos primeiros.

 

supernova

 

Com isto a explosão de uma supernova poderá expulsar parra o espaço mais de 90% da matéria de uma estrela. E com isto o núcleo remanescente deverá ter uma massa superior a 1,5 massas solares, a Pressão de Degenerescência dos elétrons não é considerada o suficiente para que se mantenha um núcleo estável, então os elétrons poderão ter um colapso com o núcleo , se chocando assim com os prótons, com um resultado uma estrela de nêutrons, com aproximadamente um tamanho de 15 km de diâmetro e ainda extremamente densa, conhecida como a estrela de nêutrons ou ainda pulsar.

Quando a massa desse núcleo ultrapassar 3 massas solares, nem mesmo a pressão de degenerescência irá conseguir manter o núcleo, e então a estrela continua a se colapsar, dando assim origem a uma singularidade, conhecida como buraco negro.

 

explosao supernova

 

Sendo assim podemos conceituar que a supernova é o nome dado a diferentes tipos de explosões de estrelas que produzem objetos que são extremamente brilhantes, os quais poderão declinar até mesmo se tornando invisíveis.

Este tipo de evento de ocorrências astronômicas, talvez possa ser a mais importante para as ciências modernas. A explosão de uma supernova poderá emitir uma luz equivalente a milhares de vezes mais fortes que a normal, e é neste momento que uma intensa onda de luz em torno dela irá se afastar como em um tsunami, dando forma a uma lâmina de radiação cósmica que irá vagas para o universo iluminando todos os materiais muito utilizadas para os estudos de expansão do universo.

Compartilhe: