Página Inicial > Datas Especiais > Dicas Para Ter Uma Deliciosa Ceia de Natal Sem Gastar Muito

Dicas Para Ter Uma Deliciosa Ceia de Natal Sem Gastar Muito

Os itens alimentícios tradicionais de festas natalinas costumam ter os preços elevados ainda antes mesmo do início do mês de dezembro. Não dá para abrir mão de fazer uma ceia natalina, em particular se na família o evento já é uma tradição. Mas, também é preciso considerar que, a ceia de natal acaba se tornando um gasto adicional para estas mesmas famílias e, em tempos de crise, toda a economia ainda pode ser vista como pequena.

Mas, até mesmo os especialistas em economia doméstica são enfáticos nesse ponto: é possível sim ter uma deliciosa ceia de natal sem gastar muito. Para tanto, o ideal é que o planejamento da ceiaseja feito com bastante antecedência. Há diversos itens tradicionais que compõem a ceia que podem ser comprados com antecedência, já que não são perecíveis. Entre eles estão as frutas secas, os grãos,as nozes, as amêndoas e as castanhas. Vale lembrar que estes são alguns dos componentes mais caros e que sempre sofrem alteração de preços no final do ano.

Além disso, uma outra prática é não fazer as compras em super ouhiper mercados. Os preços são bastante salgados. Procure fazer as compras em regiões onde todos os comerciantes vão em busca dos produtos para revender, ou seja, nas zonas cerealistas. A economia pode chegar até a 40%.

Outra dica é para aqueles que não abrem mão de ter na mesa a tradicional ave de natal, o peru, o mesmo procedimento deve ser realizado. Comprá-lo um mês antes, fora do pico dos preços é uma boa saída. Mas, lembre-se: é necessário ter espaço no congelador ou freezer, pois carnes são perecíveis e devem ser mantidas sob refrigeração adequada.

Optar por ter um prato principal, com carne, ou frango, também é uma forma de economizar. Ao invés de fazer uma tradicional bacalhoada, é uma boa pedida.  Troque o bacalhau por outro peixe – o Saint Peter, por exemplo. O quilo do filé custa um terço do preço sugerido do bacalhau.

Faça ainda outros pratos mais diversificados e em menor quantidade, para não haver desperdícios nem sobras que fiquem para além do almoço no dia seguinte, ainda contendo sobras.

O mesmo procedimento deverá ser mantido em relação às bebidas e às sobremesas. Sirva frutas frescas, da estação. São também tradicionais, mais baratas e não engordam a conta. Outra opção é servir sorvetes, creminhos suaves, feitos em casa mesmo. São mais saudáveis e mais econômicos. Sirva água, sucos naturais um bom vinho. Nada de exageros.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!