Página Inicial > Artesanato > Dicas Para Quem Quer Aprender Patchwork

Dicas Para Quem Quer Aprender Patchwork

O patchwork é uma arte bastante antiga. Trata-se da parte superior ou topo do trabalho, e o trabalho completo, chamado de acolchoado, formado pelo topo mais a manta acrílica e o tecido fundo, tudo preso por uma técnica conhecida como quilting ou acolchoamento, que tanto podem ser manuais quanto costuradas à maquina. Este tipo de artesanato tem mais de 200 anos de existência. Mas há quem diga que ele pode ter ainda mais.

Para quem quer iniciar nessa arte precisa saber de duas informações bastante básicas. A primeira é que patchwork não é o mesmo que quilt. A segunda, é que nenhuma das duas técnicas é fácil de fazer. precisa de aulas, empenho e muita dedicação para sair quiltando por aí.

O ideal aqui é que seja feito sim, um curso básico, com professores e artesãos especialistas no assunto. Além disso, não dá para sair quiltando com qualquer tipo de tecido. Embora o patchwork tenha se propagado justamente em um momento em que tecido era objeto de alto valor e raro de ser encontrado e todo o tipo de tecido poderia ser usado, hoje não é bem assim. Os trabalhos mais valorizados em patchwork são os produzidos em tecido importado e de alta qualidade.

Também é importante saber que, há alguns tipos de patchwork que podem ser realizados. Para quem quer iniciar-se na técnica, uma das mais artesanais possível – é preciso pesquisa e orientação para que erros e desperdício de dinheiro e tempo não aconteçam, já que fazer patchwork não sai nada barato.

O ideal é que o aprendiz de patchwork comece a realizar pequenos trabalhos, em peças também pequenas. Como se trata de um trabalho que se demora a ver resultados, uma peça muito grande pode desestimular o aprendizado e fazer com que na primeira dificuldade, a futura ou futuro quilteiro desista do trabalho manual. Fazer guardanapos, pequenas toalhinhas, panos de prato, fazem com que a pessoa ganhe experiência e aperfeiçoe a técnica.

Não dá, entretanto, para iniciar os trabalhos sem a utilização dos moldes. Eles são fundamentais. E a combinação dos tecidos também. Cores muito escuras, para iniciantes devem ser evitadas, assim como os motivos muito complexos. Opte sempre pelo mais simples, pois é com estes que irá desenvolver-se na arte do patchwork. Também não é recomendável que as primeiras peças sejam revendidas. O ideal é vender apenas depois de algum tempo de prática.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!