Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Plantas > De Onde Vêm as Flores Ornamentais?

De Onde Vêm as Flores Ornamentais?

Muito se fala acerca de flores e plantas ornamentais, mas pouco se sabe sobre como elas surgiram, por que razão se distinguem das chamadas plantas não – ornamentais, e por que o seu cultivo chama tanta a atenção do homem. O fato é que as flores e plantas ornamentais sempre estiveram presentes na relação humana com a arte de decorar os ambientes. Estima-se que o lírio branco – Liliumcandidum –foi uma das primeiras flores a serem cultivadas para fins decorativos. Há registros dele em pinturas da Civilização Minoica, que viveu na ilha de Creta, na Grécia, de 2.600  a.c.a 1.450 a.c.

Outra questão é quanto a classificação das flores ornamentais. Não seriam, pois, todas as flores ornamentais, uma vez que não há praticamente uma que não tenha beleza? Não. As flores ornamentais são assim denominadas porque apresentam algumas particularidades em relação às demais, como diferencial de beleza, visual atraente e colorido, floração, desenhos variados de folhagem e caule, textura. E para deixá-las ainda mais vistosas, o homem passou a cruzar certas espécies, resultando em novas especificações e formatos, mais diferentes ainda, com mais cores e de melhor qualidade.

Outro exemplo que pode dirimir ainda mais as dúvidas acerca de flores ornamentais são as rosas. As rosas, também já eram cultivadas há milênios no Oriente Médio e não se apresentamhá tempos em seu estado original. No entanto existe uma abundante multiplicidade de formas e híbridos, todas obtidas ao longo de todos esses anos de cultivo. Isto é a prova cabal de queé possível transformar a natureza para dar continuidade às espécies. Além de mais variedades e tonalidades, conta-se hoje com flores maiores e mais duráveis, com mais resistência ao clima e aos predadores.

Nas Américas, a presença de flores, assim como de plantas ornamentais, é mais recente. A descoberta da América em 1492 abriu as portas ao Velho Mundo e também para umanova fonte de plantas ornamentais, aas quais eram completamente distintas cultivadas até então pelos europeus.

Bromélias, orquídeas, aráceas, agaves e palmeiras de interiores foram prontamente levadas à Europa e lá se tornaram conhecidas como plantas exóticas. A partir do século XVI, as expedições ao Sudeste Asiático também contribuíram para revelar aos europeus outra fonte de diferentes espécies de ornamentais. Muitas dessas são hoje as que disputam lugar entre as estufas e os jardins tropicais com as populares espécies americanas, também muito consumidas.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!