Página Inicial > Decoração de Casa e Apartamento > Construção e Reforma > Cuidados Para Não Deixar “Erros” ao Longo da Reforma

Cuidados Para Não Deixar “Erros” ao Longo da Reforma

Todos que estão fazendo uma reforma em suas casas precisam se atentar a alguns problemas que podem ser percebidos somente depois que a obra já foi concluída. Estes, em geral são ocasionados por conta de projetos mal estabelecidos – ou por falta de experiência do morador, que nunca tocou uma obra, ou pelo não acompanhamento da mesma por parte de um profissional competente, diga-se um engenheiro ou arquiteto que tenha experiência e conhecimento em obras e reformas de casas.

Todos têm o direito de trabalhar com a premissa do “faça você mesmo”, para conseguir u pouco de economia em uma reforma. Acontece que muitas pessoas não possuem habilidades de prever dentro do projeto de reforma e construção alguns itens que são considerados básicos, como a previsão de um número adequado de tomadas para a casa. Se deixar isso por conta de pedreiros, eles não vão fazer, já que muitos não possuem nem preparo específico. O ideal mesmo é ter sempre um profissional da área fazendo o acompanhamento da obra, ou, pelo menos, que faça todo o projeto e, antes de a obra ser finalizada, faça uma boa vistoria para que, ao término dela, não seja necessário quebrar tudo de novo.

A satisfação deve vir em primeiro lugar. Não dá para ter um banheiro, por exemplo, cujo ralo não escoa a água porque o chão não apresenta um caimento adequado. Este tipo de problema tem de ser visto antes de por o piso ou porcelanato, pois para resolvê-lo, é preciso quebrar tudo, de novo.

Cuidado com o projeto de hidráulica. Um bom projeto trabalha com a premissa de que a água de vir do ponto mais alto para o mais baixo – já que dessa maneira ela terá mais pressão e vazão. Mas nem sempre é assim. Há construções em que não há projeto de hidráulica – isso é um problema, já que s pedreiros vão fazendo os chamados morrinhos na tubulação, contornando, por exemplo, portas e janelas com os canos. A água perde a pressão e para resolver isso… Somente quebrando as paredes.

Ainda há outros problemas que são diretamente relacionados com o sistema hidráulico e, que por vezes, foram as razões que motivaram a reforma e não foram solucionados durante a obra. Infiltrações, por exemplo, são bastante comuns. Portas e janelas que não foram instaladas adequadamente ou não receberam acabamento, são caminhos fácies para uma infiltração. Vale lembrar que basta um pequeno furinho para que a água passe e faça grandes estragos na obra recém – acabada.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!