Página Inicial > Beleza e Saúde > Conhecer os Tipos de Pés e as Variações de Pisadas

Conhecer os Tipos de Pés e as Variações de Pisadas

Não somente é importante cuidar da saúde dos pés – lixar e cortar as unhas, hidratar a pele, como também é fundamental que se conheça o tipo de pé e a variação de pisada para que, na hora de fazer a compra dos sapatos, o processo seja totalmente assertivo. Sabe aquela máxima de que cada panela tem a sua tampa?

O mesmo deve ser aplicado quanto o assunto são pés e sapatos. Cada tipo de sapato deve ser usado por um tipo de pé, embora haja sempre um modelo que, de acordo com  os especialistas, é visto como “universal”. No entanto, este nem sempre atende às expectativas de beleza e tendência de moda, costumam ser os modelos ortopédicos. Mas, para quem não pode fugir da opção, a boa notícia é que já existem lojas especializadas nesse tipo de calçado e que garante já disponibilizar uma série de modelos, mas moderninhos para as mulheres amantes de sapatos, que não abrem mão de saúde e de conforto.

Pés considerados do tipo “normal” pedem que os sapatos escolhidos tenham amortecedores. Em geral, isto é mais comum nos tênis, o que não impede a compra de uma palminha mais amortecedora, para ser colocada no  interior do sapato. Este tipo de pé se caracteriza por um arco longitudinal, que permite bom movimento, suporte de carga.

Pés planos pedem sapatos com as chamadas palmilhas anatômicas, embora seja possível usar outros tipos de sapatos, desde que estes sejam flexíveis, que permitam o trabalho da musculatura do pé, cuja tendência é ficar sempre mais enfraquecida. Estes pés possuem o arco rebaixado, que até permite uma boa distribuição de peso, mas não oferece fortalecimento para a musculatura.

Pés que apresentam o modelo cravo pedem sapatos que tenham espaço suficiente no dorso do calçado,  para caber de maneira confortável o arco dos pés, que são em geral mais altos, e que permita pouca ou nenhuma pressão na parte de cima do pé. Estes pés se caracterizam por terem o arco mais alto, um pé mais rígido, e com músculos bem mais encurtados. Quem possui este tipo de pé, em geral, costuma ter uma tendência muito maior às cãibras, por isso o cuidado com a escolha do modelo de sapato deve ser redobrado. O ideal é que sempre sejam feitos alongamentos  para estimular a postura correta dos pés, em especial nos modelos cravos.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!