Página Inicial > Pets > Cachorros > Conheça a Raça Canina Lhasa Apso

Conheça a Raça Canina Lhasa Apso

Muitas são as confusões às vezes feitas entre cães de pequeno porte. Uma muito comum de ser verificada é a que ocorre entre os lhasa apso e os shih tzu. Mas estas não devem acontecer, em especial para quem busca uma ou outra para criar. Tanto em origem, características, cuidados e temperamentos ambos possuem grandes distinções.

Originário de uma pequena região do Tibet, seu nome significa “ovelha de sentinela”.  Sua origem provavelmente tenha ocorrido por volta de 1500, quando o cruzamento desta raça aconteceu.

Os lhasa apso viviam entre monges tibetanos, e tinham a função sagrada de cuidar zelosamente das propriedades onde vivessem. Ainda eram vistos como seres muito além de apenas cães de guarda ou companhia. Estes cães eram vistos como seres capazes de sentir e prever o futuro, em especial aqueles que eram trágicos. Previam as tormentas, tempestades e avalanches. Como se tratava de uma raça, portanto, ‘sagrada’, eram muito bem tratados e jamais poderiam ser trocados por qualquer quantia em dinheiro. Isto seria motivo grave para uma punição das mais severas. Em contrapartida, aquele que ganhasse um lhasa, sabia por certo que, à sua figura, era nutrido um grande respeito.

Da família dos não esportistas, pertencente ao grupo 9, portanto, declaradamente um cão de companhia, chega a medir até 29 centímetros, isto se considerados os exemplares machos. Podem atingir o peso de até 9 quilos, mas em casos bem extremos. Ocupa a 68ª posição no ranking de inteligência, e as ninhadas costumam dar entre 2 a 5 filhotes. A coloração da pelagem varia entre o branco e o caramelo, tendo ainda alguns exemplares nos tons mesclados de branco com cinza.

O temperamento do lhasa apso contraria bastante sua aparência. Independente, teimoso e corajoso é capaz de enfrentar cães muito maiores do que ele. Adora brincadeiras e caças e não gosta que invadam o seu território. Adora fazer exercícios ao ar livre com seu dono. É extremamente companheiro e desconfiadíssimo em relação a pessoas estranhas.  Seu porte possibilita que seja criado em ambientes pequenos, embora ele necessite de passeios diários e constantes. Não está tecnicamente preparado para viver em áreas livres e abertas.

O lhasa também requer alguns cuidados, em especial com o pelo e os olhos. Sua pelagem deverá ser escovada diariamente, para que não embole. Assim, se evita que ocorra a necessidade de tosa ou corte. Os olhos precisam ser limpos diariamente com pano úmido e água morna, pois como lagrimejam com freqüência, por conta dos pelos, na região pode haver infecções. Também é importante que todas as vacinas sejam dadas e que ele se alimente com ração de qualidade e apropriada para o seu porte.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!