Página Inicial > Pets > Cachorros > Como Escolher um Filhote de Cachorro?

Como Escolher um Filhote de Cachorro?

Realmente não é fácil passar e frente a um pet shop e ver aquelas fofuras expostas e não levar um para casa. Entretanto, que realmente está a procura de um filhote de cachorro, deve ter em mente que não é tão simples assim – comprar e levar para casa. Há uma série de questões que devem ser pensadas muito antes de levar um bichinho para o lar, principalmente considerar que o local deverá ser preparado para recebê-lo. E, lembre-se de mais uma questão: ele será um ser a mais em sua vida e que dependerá de cuidados enquanto viver.

A primeira questão a ser considerada é que aquele animalzinho fofo vai crescer e permanecer em sua vida por, ao mesmo, quinze anos. Animais não são brinquedos, são companheiros que precisam de companhia e cuidados. O que não é considerado por muitas pessoas que compram animais e descartam-nos, como se fossem roupas velhas. A partir do momento em que se adota um cachorro, há uma responsabilidade até mesmo ambiental em relação a ele. Jogá-lo no mundo é contribuir para o sofrimento de um animal, e disseminação de doenças parasitárias, e procriação sem controle.

Quem realmente está certo de que deseja um filhote precisa considerar outras variáveis – se quer um macho ou fêmea. Os machos marcam território e se o animal ficar em casa, tem de ser bem adestrado para não sair urinando pela casa. Já as fêmeas, entram no cio – e para quem não deseja que ela dê ninhada, tem de redobrar os cuidados com ela. O ideal para quem vive em locais pequenos é ter animais castrados, o que evita uma série de outros problemas quando eles estão na fase de envelhecimento.

Outra questão é quanto à raça dos animais. Há quem não se importe e julgue ser melhor pegar um animalzinho em ONG e que não tenha raça definida. Outras, já fazem questão de ter um animal de raça – que ode ser de pequeno, médio e grande porte. A decisão é sim gosto pessoal, mas também é importante considerar o espaço que existe para o animal se desenvolver, bem como o estilo de vida que este futuro dono de cão leva. Quem não gosta de passeios ao ar livre, deve evitar cães que necessitem de atividades físicas diárias e constantes. Opte por raças que gostem de ficar mais quietinhas ou não tenham tanto a necessidade de atividades físicas.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!