Página Inicial > Pets > Cachorros > Bulldog Francês, Confira Dicas Sobre o Temperamento e de Como Cuidar

Bulldog Francês, Confira Dicas Sobre o Temperamento e de Como Cuidar

De pelagem lisa, macia, curta e brilhante, com peso entre 8 a 14 quilos, em exemplares machos, não atinge mais do que 35 centímetros de altura. Essas são algumas das principais características desse cãozinho muito fofo e engraçado.

O bulldog francês, embora tenha uma aparência para muitos, um tanto quanto “grave” ou “estranha”, é ainda assim um cão de colo e de pura companhia para seus donos. A expectativa de vida de um bulldog francês pode chegar até 14 anos, se todos os cuidados necessários com esta raça forem providenciados e ele tiver uma vida saudável e feliz junto aos seus donos.

Cães de companhia, pertencentes ao grupo 9 no ranking de inteligência. O bulldog francês, como o próprio nome sugere, originou-se a França.

Os filhotes costumam ser muito ativos até os 18 meses de vida. Também há uma advertência para quem quer ter um bulldog francês em casa: não é possível ter dois exemplares, em particular do mesmo sexo. Como se trata de um cão essencialmente sangue bull e sangue terrier, os problemas entre os dois poderão coesistir. Se, caso não haja uma outra alternativa,  o ideal é que ambos sejam castrados,  desde pequenos. Também por conta de sua origem, não podem ser tratados em confinamento, pois desta forma, certamente atacarão aos humanos adultos.

A maior necessidade que um cão desta raça possui é a companhia humana, não suportam ficar sozinhos. Por terem uma natureza muito calma, podem ser criados tranquilamente em apartamentos pequenos ou casas pequenas. Não costumam latir, portanto, não são cães de alerta, engana-se quem deseja um bulldog para cão de guarda; e nem devem viver fora de casa em quintais por terem geneticamente problemas respiratórios. Não toleram locais frios e tendem a ficar doentes se expostos a temperaturas muito baixas.

Precisam de alimentação boa e rica em nutrientes, não precisam de tosa. Por outro lado, sugere-se uma escovação diária para a retirada de pelos mortos e sujeira que por ventura acumule em seus pelos. As vacinações e as visitas ao veterinário devem ser constantes e regulares, até porque é uma raça que apresenta alguns problemas de saúde clássicos. As fêmeas, por exemplo, estão no grupo de cadelas que podem desenvolver câncer de mama, por questões variadas, mas principalmente devido aso cruzamentos que aconteceram para chegar até a raça bulldog francesa.

Os banhos também não precisam ser constantes, a cada dois meses são suficientes.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!