Página Inicial > Animais > Aves Brasileiras: O Tucano

Aves Brasileiras: O Tucano

Há muita diversidade na fauna e na flora brasileiras. Especialmente quando pensa-se na fauna, há uma quantidade de animais raros, belos e que precisam de atenção para que não entrem na lista dos que estão em extinção. Uma das raridades são as aves que fazem parte da família dos ramphastidae – os tucanos.

Originários das florestas tropicais, em particular da América do Sul e Central, estas aves

Vivem, sobretudo, na região onde é a Amazônia. Mas é possível encontrá-las em outros locais, já que o seu habitat natural se estende entre as áreas de florestas, regiões montanhosas e onde haja árvores com copas bem altas. Mas em decorrência do grave desmatamento, é uma das aves que consta da lista dos animais que chamam a atenção não apenas por conta de sua rara beleza, mas porque podem ser extintas.

Conhecidas também por tucano- de-bico-verde,  devido as suas características naturais, pode alcançar até 48 centímetros de altura.  Embora seja uma ave relativamente grande não é pesada, ficando entre 320 a 400 gramas. É muito fácil reconhecer um tucano: trata-se de uma ave que apresenta papo amarelado e bico verde, todo serrilhado, o qual é bem desenvolvido, alongado e de coloração avermelhada.

Dentre os demais de sua família, é o único a apresentar um ângulo acentuado na base da mandíbula inferior. O som que é emitido por um tucano, também é de fácil reconhecimento. Ele se assemelha com um “ak, arrak, rrait”.

Os tucanos também costumam ser presas fáceis de caçadores de animais, por sua carne ser considerada de sabor exótico, isto eleva ainda mais o grau de preocupação entre os biólogos a lutarem pela manutenção do habitat natural para que esta ave sobreviva.

As aves desta família costumam se alimentar de pequenos frutos encontrados nas árvores, como pitangas, frutos de embaúba, e até mesmo palmito. Também gostam de pequenos invertebrados e, não casualmente alimentam-se também de ovos e filhotes encontrados em ninhos de outras aves.

A reprodução é muito parecida com a de outras aves: a fêmea escolhe o macho e, quando se acasalam, costumam manter monogamia e formar famílias duradouras. A fêmea põe de 2 a 4 ovos, os quais são encubados durante 18 dias, até que nasçam os filhotinhos.

Os tucanos, se em condições normais, podem viver até 20 anos.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!