Página Inicial > Educação > Atividades Infantis > Atividade Pedagógica Infantil: Dia da Mulher

Atividade Pedagógica Infantil: Dia da Mulher

Há muitas histórias relacionadas ao Dia Internacional das Mulheres. Aversão mais conhecida é que relata um incêndio em uma fábrica de tecidos na cidade de Nova Iorque.

Em 1857, algumas operárias fizeram uma grande greve para reivindicar melhores condições de trabalho, bem como a revisão dos salários, tratamento digno no local de trabalho e a redução da carga horária de 16 para 10 horas diárias. A greve acabou reprimida com muita violência. Algumas mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi brutalmente incendiada.

Em homenagem a essa mulheres que acabaram perdendo suas vidas nesse terrível incidente, no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, data de 8 de março foi escolhida para homenagear as mulheres e ganhou o nome de “Dia Internacional da Mulher”. Porém, somente no ano de 1975, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas), através de um decreto.

O objetivo da data, não é apenas para comemorar, e na maioria dos países todos os anos são realizadas conferências, reuniões e debates a fim de discutir o papel da mulher na sociedade. Embora nos dias de hoje tenha havido um grande avanço para combater a desvalorização e o preconceito com relação à mulher, ainda existe muito a ser debatido como a violência doméstica, a diferença salarial ainda existente em muitos países, jornadas excessivas de trabalho e desvantagens na progressão de carreira. Portanto, ainda há muito a ser modificado.

Para comemorarmos esse dia, uma opção de atividade é relembrar de grandes mulheres que fizeram a diferença na nossa história, seja por seus atos ou conquistas.

Princesa Isabel: Ultima princesa imperial do Brasil. Foi a terceira Chefe de Estado brasileira, após suaavó Leopoldina e sua trisavó Dona Maria I. Aboliu a escravidão no Brasil através da Lei Áurea.

Anita Garibaldi: Conhecida como a “Heroína dos Dois Mundos”, foi a companheira de Giuseppe Garibaldi e até hoje é considerada uma das mulheres mais fortes e corajosas da história.

Cora Coralina: Uma das principais escritoras brasileiras e um verdadeiro exemplo como poetisa e contista. Aos 76 anos, publicou seu primeiro livro.

Carmem Miranda: Atriz e cantora luso-brasileira, sua carreira transbordou nos Estados Unidos e no Brasil entre 1930 e 1950. Trabalhou no cinema, no teatro de revista, na televisão e na rádio. Foi a precursora do tropicalismo, movimento surgido no final da década de 60. Teve o maior salário pago à uma mulher em sua época.

Maria da Penha: Brasileira que lutou para que seu agressor fosse condenado. Com três filhas e 60 anos de idade, foi vítima de violência doméstica e hoje é líder de um movimento em defesa ao direito das mulheres.Em 2006 teve uma lei criada com o seu nome, que aumentou o rigor das punições referentes à agressões contra a mulher, quando ocorridas em ambiente familiar ou doméstico.

  

Compartilhe:

Deixe seu comentário!