Página Inicial > Pets > Répteis > Animais Exóticos: Camaleão Americano

Animais Exóticos: Camaleão Americano

Camaleão é o nome vinculado a todos os exemplares existentes da família de Chamaeleonidae esta que é a família mais conhecida de lagartos. Existem mais de 80 espécies de camaleões, e grande parte delas existem na África do Sul e também no Saara, presentes em outros locais como Portugal e Espanha, porém também podem ser encontrados em zonas áridas dos Estados Unidos.

Estes animais são diferenciados de outros lagartos por terem uma capacidade de em alguns casos trocar de cor, além de sua língua muito rápida e seus olhos que podem ser voltados para qualquer lugar independente do outro. Esta família de animais surgiu há mais de 100 milhões de anos se separando das famí9lias de Agamidae, conforme os registros fósseis conhecidos estudados.

Como características dos camaleões americanos, podemos salientar que eles possuem em média 60 cm de comprimento, apesar de existirem alguns animais de tamanhos maiores, possuem uma língua muito grande para que possam pegar suas presas, estas que são em geral insetos como mariposas, joaninhas, moscas, besouros, gafanhotos, entre outras, comem também folhas secas, contando com uma cauda prênsil que muitas vezes serve como um chicote para afastar as presas e ainda patas muito fortes.

Possui uma movimentação bastante lenta para que não seja percebido antes do seu ataque. E para que possa apanhar a sua preza, normalmente precisa utilizar a língua que tem uma ponta grudenta. Assim com uma velocidade incrível estende a mesma por quase um metro e prende no inseto que é comido em seguida. Este processo vem cada vez mais sendo estudado com a ajuda de câmeras de alta velocidade. Se alimentam principalmente de insetos, onde os quais não tem escapatória de seus ataques.

Seus olhos podem ficar voltados para várias direções, dando uma aparência bastante interessante e diferente. Quando o animal encontra uma presa, poderá a fixar com um olho e verificar com o outro se não existem predadores por perto. O camaleão das américas também trabalha com seu cérebro de forma diferente, recebendo duas mensagens separadas que precisa fazer uma associação, assim que chega próximo de sua presa, fixa seus olhos nela para fazer a sua pontaria.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!