Página Inicial > Veículos > Carros > Acessórios Para Automóveis: Entendendo Mais Sobre o Ar Condicionado

Acessórios Para Automóveis: Entendendo Mais Sobre o Ar Condicionado

É quase impossível andar pelas ruas, avenidas e estradas em dias muito quentes sem um dos acessórios mais cobiçados de qualquer veículo – o ar condicionado. Não importa se o carro for novo ou seminovo, mas muitas pessoas acabam desistindo da compra quando o ar condicionado não está incluído no pacote. Trata-se de um dos itens mais caros que ainda existem no mercado de autos. E, por conta disso, sempre vale a pena guardar um pouco a mais na hora da compra à vista – ou acrescentar uns reais a mais na compra à prazo e ter um veículo com o item.

Trata-se de um  elemento de conforto e de necessidade, em particular se considerado locais onde as temperaturas realmente forem mais elevadas. O ar condicionado sugere sempre um valor agregado a mais momento da venda, mesmo se comparado com outros acessórios como travas, vidros e freios abs. Não é um item de difícil instalação, mas requer atenção quanto a outros aspectos como a manutenção do mesmo.

O ar condicionado é um sistema de refrigeração e todos os que existem no mercado para automóveis são muito semelhantes, guardadas as devidas distinções. Alguns possuem peças que acabam alterando o valor final para mais ou para menos, ficando entre 2,5 e 3 mil reais. Mas, após realizada a instalação a manutenção deverá ser periódica, para que assim a vida útil dele seja mais elevada.

A manutenção que deverá ser feita a cada seis meses é a troca do filtro, do condensador e todas as peças que compõem a refrigeração. Os taxistas e outros motoristas que utilizam o carro com maior frequência precisam fazer a higienização a cada três meses, pois o ar é muito sujo e repleto de impurezas que comprometem o funcionamento do ar condicionado, e podem causar graves danos à saúde de quem usa o ar condicionado no carro.

Muitos usuários deixam de instalar o ar condicionado com medo de aumentar consideravelmente o consumo de combustível, o que não procede mais. Os motores e funcionamento dos carros evoluíram consideravelmente, para evitar entre algumas questões, o alto consumo de combustível. Entretanto, o consumo é menor do que se imagina.

O consumo poderá ser medido: em carros 1.0, o aumento não passa de 15% se o ar condicionado estiver ligado durante todo o movimento. Já em modelos 2.0 – para mais – o consumo varia entre 15 a 20%.

Compartilhe:

Deixe seu comentário!