Página Inicial > Viagens > Ásia > Dicas Para Aproveitar ao Máximo a China

Dicas Para Aproveitar ao Máximo a China

Publicidade:

A China é grandiosa em todos os sentidos, se no passado fora eles que inventaram a bússola, o macarrão, o papel, a pólvora e os métodos de impressão – bem antes de Gutemberg, são os chineses hoje que invadem todos os locais do mundo com suas aparelhagens “ching ling”. Embora seja de certo modo um país cheio de contrastes – moderno e ao mesmo tempo enraizado em problemas de ordem social. Para dar início ao passeio, talvez uma boa pedida seja partir de Pequim. Movimentadíssima e extensa, a capital chinesa divide seus espaços entre o mais do que moderno, simbolizado pelo Parque Olímpico que está em uso pelos milhares de atletas que representam o país, com a arquitetura tradicional dos hutongs – suas vielas populares, e a esplendorosa Cidade Proibida.

Para conhecer bem a China, é importante sair dos limites do centro de Pequim, e adentrar na parte que trata mais da história. Nos limites da cidade estão os trechos da Grande Muralha, a obra impressionante do primeiro monarca Qin Shi Huang. A tumba do monarca está em Xi’an, e é guardada pelo misterioso exército de terracota, sendo que muito ainda está para ser escavado ainda. Um dos extremos da ota da seda, Xi’an ainda guarda preciosidades como sua cidade murada, as torres do tambor e do sino e veneráveis templos. Um pouco mais ao sul estão algumas das paisagens mais emblemáticas de todo o oriente, as montanhas de karst da região de Guilin. Toda a paisagem que costuma estar de forma permanente envolta em nuvens inpirou poetas, escritores, pintores e artistas da mais variadas modalidades.

Xangai, Macau e Hong Kong são outras grandes atrações que permeiam o país. No país mais populoso da Terra ainda é possível se deliciar com as compras, já que para alguns a China também pode ser considerada a Meca moderna.

A gastronomia também é imponente, diversificada, condimentada e exótica em alguns locais. Para acompanhar s pratos, muito chá.

Mas, é possível apreciar pratos típicos e também da mais alta gastronomia mundial.

Para quem quer ir à China, os principais canais de entrada são os aeroportos internacionais de Pequim e Hong Kong. A American Airlines e a United fazem conexão nos Estados Unidos antes de aterrissarem em Pequim. A British Airways faz escala em Londres. A Air Canada voa para Pequim com escala em Toronto.  A Air China faz escala em Madri, na Espanha. As escalas da Emirates são sempre em Dubai.