Página Inicial > Pets > Tudo sobre Iguanas: Cuidados e Características

Tudo sobre Iguanas: Cuidados e Características

Publicidade:

A iguana jamais será um companheiro inseparável de cães e gatos, e seus donos certamente poderão esperar um comportamento agressivo, apesar de este animal contar com uma aparência jurássica, não é preciso ter medo deste animal. Este é um animal existente nas zonas tropicais das Américas, da América Central, além de norte do Brasil e região central do México.

Os exemplares de iguana da espécie iguana iguana, que é a iguana verde, é certamente o réptil dos mais criados em cativeiro.

Este é um animal que possui hábitos arborícolas, ou seja, vivem em árvores, e podem atingir tamanhos de até 1,80m da ponta do rabo até a sua cabeça. Quando são pequenas, as iguanas tem uma coloração esverdeada e intensa, quando são maiores normalmente apresentam ao longo do sue corpo listras mais escuras. A sua cauda possui em torno de dois terços do comprimento total do seu corpo. Podem ser criadas em territórios húmidos já que elas habitam na natureza ambientes de florestas tropicais.

Este animal pode atingir até 9 kg de peso, e se alimenta de frutas, folhas, insetos e ainda pequenos vertebrados. Conta com uma crista que vai desde a nuca até a sua causa. E esta é maior do que o restante do seu corpo. Sua carne e seus ovos são comestíveis, e ainda a sua garganta conta com um saco dilatável. Suas patas possuem cinco dedos que tem garras pontudas. Sua cauda possui faixas transversais de coloração escura. Os ovos de iguana podem levar em torno de 10 a 15 semanas para que choquem.

Existe uma espécie deste animal bastante peculiar, que é a iguana marinha, este que é o único lagarto do mundo que tem hábitos marinhos e é uma espécie que parou no tempo, podendo ser encontrada apenas no arquipélago de Galápagos. Normalmente vivem em zonas que são rochosas a beira mar e se alimentam de algas que apanham nas zonas de rebentação do mar, mergulhando juntamente a sua costa. Pode ficar mais de uma hora embaixo da água.

Estas espécies vivem sempre em colônias e marés rochosas, são encontrados sempre próximos a linha do equador.