Página Inicial > Educação > Rios do Brasil: Rio São Lourenço

Rios do Brasil: Rio São Lourenço

Publicidade:

O Rio São Lourenço, com 3.058 km de extensão, é o mais importante do Canadá, proporcionando uma rota marítima para os navios que saem dos Grandes Lagos em direção ao Oceano Atlântico e permitindo a chegada de navios de todo o mundo à América do Norte. Sua foz é o Golfo de São Lourenço, o maior estuário do mundo.

O São Lourenço passa pelas províncias de Ontário e Quebec, no Canadá, e pelo estado americano de Nova Iorque, servindo como fronteira entre os países. À beira do rio estão várias cidades de médio e grande porte como Kingston, Montreal, Quebec e Trois-Rivières. O rio é navegável desde seu estuário até sua nascente, no lago Ontário, percorrendo 4.023 km.

O explorador francês Jacques Cartier cruzou o São Lourenço em 1535, em busca de uma passagem para o oceano Pacífico. A escavação de canais pouco profundos no início da década de 1780; a construção do canal Erie, de Buffalo até o rio Hudson, em 1825; a abertura do primeiro canal junto às cataratas do Niágara, em 1829; e a conclusão da primeira eclusa, em Sault Sainte-Marie, em 1855, incentivaram a criação de uma via navegável até o interior do continente.

Em 1959, foi concluída a Via Marítima do São Lourenço, que, com 15.200 km de águas navegáveis, abriu o interior agrícola e industrial da América do Norte a navios de médio calado. As diferenças de nível entre os lagos, que chegam a quase cem metros, são superadas por sistemas de eclusas e barreiras, como as que se distribuem pelo canal de Welland. O projeto teve importante impacto econômico sobre os Estados Unidos e o Canadá.

Uma das grandes atrações turísticas do país está ali no rio São Lourenço, mais precisamente no arquipélago chamado Thousand Islands, em Ontário. Trata-se da menor ponte internacional do mundo. Ela tem 10 metros de extensão, conecta uma ilha com uma casa, que fica do lado do Canadá, a seu quintal, situado numa ilha ainda menor, só que no lado americano.

A região dos Grandes Lagos e do Rio São Lourenço é a terra do bordo sacarino. No outono, as folhas das árvores (símbolo nacional do país) adquirem tons de vermelho, alaranjado ou dourado. Na primavera, a seiva é retirada destas árvores e é evaporada para preparar o xarope e o açúcar de bordo, uma delícia culinária que já era apreciada pelos nativos.