Página Inicial > Casa e Apartamento > Construção e Reforma > Piscinas Interiores e Exteriores: Qual a Melhor Opção?

Piscinas Interiores e Exteriores: Qual a Melhor Opção?

Publicidade:

Quem não quer ter uma casa grande e uma linda piscina cercada por um belo jardim? Quando muitos estão fazendo as construções de suas casas este é um dos planejamentos que passam não apenas pela cabeça das pessoas, mas também pelos projetos da casa. Mas é importante avaliar de maneira bem criteriosa para saber se, de fato, vale ou não a pena fazer a construção de uma piscina.

Não há como negar que as piscinas são espaços excelentes para a prática de exercícios físicos, bem como para relaxar ou divertir-se com a família e os amigos. É até mesmo difícil encontrar alguém que não aprecie realmente passar um dia em uma piscina. Entretanto, uma piscina externa nem sempre pode ser utilizada o ano inteiro, visto que as intempéries climáticas como precipitações impedem um melhor uso desta área que é destinada ao lazer. O que muitas vezes torna desvantajosa a construção de uma piscina. Isto porque de um projeto muito caro e que demanda manutenção constante, por parte dos moradores (que ou cuidam eles mesmos ou fazem a contratação de um caseiro).

Também é inquestionável que uma piscina valoriza a casa. Casas que contam com piscinas agregam valor venal – ou seja – no momento da venda ela o valor da casa é mais alto que uma outra, nas mesmas condições, que não tenha piscina.

Para quem não abre mão de forma alguma de ter a sua piscina em casa, uma boa alternativa talvez seja a construção de uma piscina interna, que poderá ser usada durante o ano inteiro, o que já faria valer os altos investimentos: cavar o local da piscina, comprar um modelo em vinil, fazer a colocação, as bombas de funcionamento, o revestimento da piscina, os equipamentos de manutenção, e por ai vai.

A piscina interior poderá ser usada o ano inteiro pelos moradores da casa. Ela também ficando resguardada do sol, e não sofre com as intempéries, pode ser usada a qualquer hora do dia, além de permitir a criação de um espaço de lazer/convívio em torno da mesma com mobiliário de apoio. Elas ainda oferecem maior facilidade na limpeza, já que não ficam expostas, e são realmente mais seguras para quem tem crianças e animais em casa.

Em contrapartida, precisam de um espaço interno considerável para ser construídas, e demandam de mais investimentos do que uma piscina externa. Requerem ainda sistema de arrefecimento, o ano inteiro, o que pode onerar ainda mais a conta de luz. Requer mais custos anuais para manutenção do que a externa e, dependendo da área onde forem construídas, podem causar umidade.