Página Inicial > Crianças > Halloween: Como e Onde Surgiu a Festa?

Halloween: Como e Onde Surgiu a Festa?

Publicidade:

A história do halloween

Festa típica que acontece no dia 31 de outubro em países anglo-saxônicos, o “Halloween ou Dia das Bruxas” possui uma relevância muito grande para a cultura desses povos. A festa é largamente celebrada com especial entusiasmo nos Estados Unidos. Mas, você sabe qual é a origem e a importância dessa festa que também tem se propagado especialmente no Brasil?

O Dia das Bruxas ou Halloween é um evento de tradição cultural que acontece todos os anos em 31 de outubro em países de origem anglo-saxônica, em particular nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido. A comemoração que sofreu algumas adaptações por parte da Igreja Católica ao longo de sua dominação. Os povos celtiberos que habitavam a região onde hoje é o Reino Unido – mais precisamente a Irlanda – criam em diversos e diferentes deuses e, cada etapa consolidada da vida recebia uma comemoração especial como forma de agradecimento.

O que existia não era o “Halloween” que se conhece nos dia de hoje. Tratava-se de uma comemoração em agradecimento ao final de ciclo – na Europa, comemorava-se o final do verão e o início de um novo ciclo, ou ano novo. Este correspondia também à última colheita do ano. Momento em que todas as provisões eram armazenadas para a passagem do período de estiagem e inverno.

Uma das versões para o surgimento do Halloween está ligada ao culto ao Deus Sol. Os povos celtas criam que era necessário agradecer ao Deus Sol pela colheita farta ao mesmo tempo em que se desejava um próspero ano no futuro.

Outra versão, baseada em lendas é que as almas que haviam partido voltavam para possuir os corpos dos vivos no final da colheita. Por isso, rezava-se, dançava-se, bebia-se, vestia-se de “demônios e outras figuras que lembrassem o universo dos mortos”. No entanto, isto, tornou-se com a propagação da fé católica, algo inaceitável, já que apenas Jesus retornou do mundo dos mortos.

No entanto, quando houve a propagação do cristianismo na região, por volta do século V, a Igreja Católica queria proibir as festividades de 31 de outubro, por acreditar que se tratava de “um culto ao demônio”. Para não perder os fiéis nem se indispor ainda mais com os não – cristãos, a Igreja então resolveu adaptar a festividade, tornando-a oficial no calendário cristão – passou a ser comemorado o dia de todos os santos ou “dia dos mortos”, em 1° de novembro.

Aliás, a palavra “Halloween” é originária de “all hallow’s even” em português “noite de todos os santos”.

Na noite de 31 de outubro crianças se vestem de figuras “macabras”, “assustadoras” e saem em busca de “travessuras ou gostosuras”, em inglês “trick-or-treat”. Elas batem de casa em casa pedindo docinhos, e se não recebem ameaçam a fazer vários tipos de travessuras.

No Brasil, a festividade tem ganhado força nas últimas décadas, em especial entre as próprias crianças, já que o mês de outubro, basicamente, acaba sendo dedicado a elas.

Há algumas teorias também embasadas em lendas celtas que apontam outras versões para o surgimento da comemoração. Esta, porém, é a versão mais corrente.