Página Inicial > Mulher > Moda > Como Escolher Tipos de Tubinhos Para as Ocasiões

Como Escolher Tipos de Tubinhos Para as Ocasiões

Publicidade:

O modelo de vestido tubinho foi criado na década de 1960, pela então estilista Coco Chanel, que em uma situação de extrema simplicidade, afirmou que a mulher não precisava se “encher de pano” para estar bem vestida. Esta talvez seja a melhor forma de descrever o vestido tubinho, ele é elegante, discreto, sensual na medida certa, além de ser um vestido que para a sua confecção, não precisa de uma quantidade exagerada de tecido.

Eles podem ser  usados em todas as ocasiões que se possa imaginar. O que vai diferenciar um modelo de outro, ou uma peça de outra, são algumas características de confecção, como o tecido que foi usado, o comprimento do vestido, as cores, e em alguns casos, apliques que por ventura o vestido possa ter. Mesmo sendo uma peça coringa, há certos truques que todas as mulheres precisam seguir, não é porque ele é uma peça coringa que pode ser usado à revelia.

Por exemplo, quanto mais curto e mais estampado, mais informal será o vestido tubinho. Então, é importante ter discernimento na hora de fazer a compra e o uso dele. Por isso, é importante saber o efeito que cada modelo provoca. Estampas e cores claras sempre chamam mais atenção para o corpo. Para esconder ou disfarçar alguma parte do corpo, o melhor é optar mais cores mais escuras e sóbrias, porém se a intenção é chamar a atenção, a mulher pode investir em estampas e cores claras, que, aliás, são ótimas opções para o verão.

Mulheres mais baixinhas devem tomar cuidado com estampas, pois elas podem invocar uma sensação de altura menor ainda. Já as mulheres mais altas, podem abusar de estampas.

Os vestidos tubinhos podem apresentar diferentes comprimentos e a escolha deverá ser de acordo com a ocasião em que o vestido tubinho será usado. Em ambientes de trabalho, o ideal é que os vestidos tubinhos fiquem na altura dos joelhos, ou um pouco acima destes, em particular as mulheres mais baixas. Nunca os mais curtos, são informais e defendem um estilo mais ousado.

Há alguns tipos de tubinhos que podem constar em um guarda – roupa. Um tubinho de cor neutra e lisa como preto, nude ou caramelo. Combine-os  com rasteirinhas, sapatilhas se forem usados durante o dia. À noite, opte por sapatos de salto ou scarpins. Já para o dia a dia, os tubinhos em cores claras e com estampas são ótimos para um visual mais fresco e leve.