Página Inicial > Pets > Cachorros > Como Cuidar de Cães e Gatos no Verão

Como Cuidar de Cães e Gatos no Verão

Publicidade:

Assim como os humanos, cães e gatos necessitam de alguns cuidados especiais durante as estações mais quentes do ano. Entre outras questões, a hidratação está no topo da lista de preocupações que se deve ter com os animaizinhos. Mas não é somente isto. Embora poucos saibam ficar expostos ao calor do sol, pode também provocar queimaduras na pele dos pets.

Assim como acontece com as crianças e idosos, no verão é importante ficar muito atento à questão da hidratação. Isto porque com apenas 10% da perda dos fluídos corporais, cães e gatos já podem apresentar desidratação. Por conta disso, os veterinários são categóricos: é importante além de oferecer água aos bichinhos com mais frequência, trocar a água da vasilha deles, para que esteja sempre fresca e limpa.

Outro problema que pode atingir tanto cães como gatos são as queimaduras. O chão quente pode queimar as patinhas dos animais durante os passeios. Por isso o ideal é levá-los para caminhar em horários alternativos: antes das 10 h e depois das 16 h, quando  asfalto já não se encontra tão quente. Outro cuidado é em relação ao focinho, orelhas e animais de pelagem muito curta. É importante fazer a aplicação de filtro solar especifico para animais. Há risco de queimaduras leves e também as mais graves, se eles ficarem expostos por muito tempo ao sol.

Outro cuidado que também se refere à exposição ao sol, é quanto ao risco de cães e gatos desenvolver câncer de pele. Um dos sintomas iniciais é uma vermelhidão na pele, ou também conhecida como dermatite de solar. Portanto, áreas como o focinho e as extremidades das orelhas devem ser mais protegidas. Cães das raças as raças Whippet, Staffordshire Terrier Americano, Boxer branco, por serem clarinhos, costumam ser os mais afetados.

Nem todos os animais sabem nadar, contrariando algumas verdades que são passadas em filmes. Por conta disso, é importante ficar muito atento ao entorno das piscinas. Cães e gatos podem cair com facilidade e nem serem percebidos em estado de afogamento. Caso gostem de nadar, como é o caso do Labrador e do Golden Retriever, é preciso tomar cuidado com os ouvidos, pois esta raça é bem propensa a desenvolver inflamações como as otites. As otites são dolorosas, cheiram mal, e podem levar à perda parcial ou total da audição do cachorro.

No calor, portanto, mantenha seu animal em piso frio, em local fresco, com água e protetor solar.